Foto: MAB

Dilma, em 2011, entrega à então Presidenta Dilma Rousseff manifesto por política nacional de direitos para os atingidos por Barragens e atenção especial às mulheres.

Presidente da CDHM pede agilidade ao governo do Pará na investigação de assassinato de moradores em Tucuruí

O Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) denunciou nesta sexta-feira (22), através de nota, o assassinato de moradores da região ligados ao Movimento na região da usina hidrelétrica de Tucuruí, no sul do Pará. Entre os mortos estaria Dilma Ferreira Silva, da coordenação regional do MAB. Ainda não há a confirmação do número de mortos na ação, nem os motivos dos assassinatos.

Notícias

Contato

Comissão de Direitos Humanos e Minorias

Câmara dos Deputados, Anexo II, Pavimento Superior, Ala A, Sala 185 - Brasília/DF - CEP 70.160-900

Telefone: (61) 3216-6570 - Fax: (61) 3216-6580

registrado em: