2012 - vinte anos do seu desaparecimento

Ulysses Guimarães - Nuvem de Palavras

I- Síntese Biográfica

Ulysses Guimarães e Grande Otelo

Foto: Benedita Passos. Publicação - Jornal da Constituinte

Nascido a 6 de outubro de 1916, em Rio Claro, São Paulo. Professor e advogado. Deputado à Constituinte estadual de São Paulo de 1947 pelo Partido Social Democrático (PSD). Deputado Federal paulista por 11 mandatos consecutivos, de 1951 a 1995. Candidato a Governador de São Paulo em 1959. Ministro da Indústria e Comércio em 1961, no Gabinete do Primeiro-Ministro Tancredo Neves.

Apoiou o movimento militar que depôs o Presidente João Goulart em 1964, mas logo aderiu ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB), partido de oposição, cuja presidência assumiu em 1970, liderando-o até sua extinção. Com o fim do bipartidarismo em 1979, fundou o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e foi seu primeiro Presidente. Entre 1967 e 1968, presidiu o Parlamento Latino-Americano.

Em 1973, foi anticandidato à Presidência da República, em oposição ao General Ernesto Geisel, candidato do regime militar. À frente do seu partido, participou de todos os movimentos em prol da restauração da democracia no País, como a luta pela anistia, e liderou a campanha nacional pelas eleições diretas em 1983-1984.

Exerceu a presidência da Câmara dos Deputados em três períodos (1956-1957, 1985-1986 e 1987-1988) e, cumulativamente, da Assembleia Nacional Constituinte em 1987-1988, condição na qual promulgou a nova Constituição Federal.

Foi Presidente da República em exercício nos períodos de 12-14/08 e 21-26/09/1985. Candidatou-se à Presidência da República em 1989. Sua morte é atribuída no dia 12 de outubro de 1992, após acidente aéreo: o helicóptero em que viajava de Angra dos Reis (RJ) para São Paulo caiu em alto-mar e seu corpo nunca foi encontrado.

 

II - Manifestações por ocasião de seu desaparecimento no ano de 1992

IBSEN PINHEIRO, PMDB, Rio Grande do Sul - Presidente da Câmara dos Deputados. Sessão solene do Congresso Nacional em homenagem à memória do Deputado Ulysses Guimarães.

“Coragem marcou Ulysses Guimarães; a coragem serena que não se comprazia de exibir-se, mas que se praticava como exemplo, não para confrontar com a timidez de terceiros, mas, ao contrário, para alçar a todos a mesma coragem que marcava a sua atuação. Esse foi Ulysses Guimarães.”

DCN, 27 nov. 1992, p. 2850-2852. | Áudio

MAURO BENEVIDES, PMDB, Ceará - Presidente do Congresso Nacional, Senador da República.

Sessão solene do Congresso Nacional em homenagem à memória do Deputado Ulysses Guimarães.

“Os escritores e artistas de Viena se reuniram uma vez para escolher uma legenda que deveriam inscrever no monumento de um dos heróis  de sua cidade. Afinal, escolheram uma frase: “Sempre o mesmo”. Se tivéssemos que cunhar uma inscrição em monumento a Ulysses Guimarães, creio que nenhuma outra seria mais adequada. Ele foi sempre o mesmo, em toda a sua carreira política, sempre fiel à bandeira que abraçou, desde os dias de estudante, sem outra ambição que a de servir à liberdade e à democracia.”

DCN 27 nov 1992, p. 2846. | Áudio

CLIQUE AQUI para ver mais.

 

III - Linha do Tempos dos Discursos de Homenagem Póstuma

 

IV - Vídeos e Fotos

V - Sessão Solene do Congresso Nacional destinada a reverenciar a vida e trajetória do grande político brasileiro Ulysses Guimarães realizada em 15 de outubro de 2012.

Arquivo em PDF


Ações do documento