Políticas de inovação para o esporte são tema de debate na Subcomissão Especial da Indústria do Esporte

A inovação nos produtos e serviços foi tema de uma mesa-redonda na quinta-feira (28/11) proposta pelo deputado Julio Cesar Ribeiro, presidente da Subcomissão Especial da Indústria do Esporte, na Comissão do Esporte. A discussão abordou temas como inovação tecnológica no setor público e privado e apoio a startups e incentivos, além dos esportes eletrônicos e sua regulamentação. Participaram representantes de diversas entidades do setor público e do setor privado, além de especialistas estrangeiros que puderam participar por web conferência.
29/11/2019 08h00

Reynaldo Lima/Arquivo CESPO

Políticas de inovação para o esporte são tema de debate na Subcomissão Especial da Indústria do Esporte

Mesa Redonda debate inovação nos produtos e serviços esportivos

O debate contou com a presença do Secretário Especial do Esporte, General Décio Brasil, que fez um relato sobre a estrutura esportiva que o Brasil tem à disposição, grande parte dela reformada e construída em função dos megaeventos de 2014 (Copa do Mundo) e de 2016 (Jogos Olímpicos e Paralímpicos). Para ele, o aproveitamento dessa estrutura é estratégico para a valorização do esporte. Ele usou como exemplo o Parque Olímpico da Barra. “Estamos estudando maneiras de utilizar o Parque Olímpico o ano todo e, sobretudo, buscar ações de fomento à inovação e à tecnologia. Queremos instalar, junto à iniciativa privada, um cluster, a exemplo da Arena Hub de São Paulo, para trabalhar com ações inovadoras por meio do esporte”, explicou. A Arena Hub é um projeto que busca unir empresas, startups e ações inovadoras com foco na transformação social através do esporte. A ideia foi lançada pelo governo estadual de São Paulo e tem o início dos trabalhos previstos para o primeiro semestre de 2020.

O Sebrae Nacional, representado pelo gerente Paulo Pupim, também esteve presente no debate e mostrou interesse em ser parceiro no setor esportivo. Pupim ressaltou que o Sebrae ainda não tem projetos que alinhem esporte, inovação e tecnologia: “O Sebrae Tech já atua na área de startups, e a ideia é ampliar essa atuação para que as ações cheguem à área do esporte”.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria do Esporte (Abriesp), Maurício Fernandez, ressaltou a iniciativa. “Precisamos dialogar com diversos representantes mundiais esportivos que atuam na área de inovação. Precisamos pensar o esporte fora da caixinha. É nisso que estamos trabalhando”, afirmou.

Esportes eletrônicos

A regulamentação dos esportes eletrônicos foi um dos temas discutidos durante a Mesa Redonda e contou com a participação de Rafael Azevedo, da Secretaria Especial do Esporte; de Moacyr Alves, diretor de E-Sports da Abriesp; de Nelson Leme da Silva Junior, presidente do Conselho Regional de Educação Física da 4ª Região - Cref 4; além do especialista internacional, Marcus Meyer, diretor Administrativo da Force of Disruption GmbH, que participou da Alemanha por web conferência.

Ações do documento