Defesa do Consumidor vai discutir inadimplência e problemas no acesso ao Fies

Meio milhão de jovens inadimplentes, com uma dívida acumulada superior a R$ 20 bilhões. Problemas no acesso ao sistema, impedindo não apenas o ingresso de novos candidatos, mas também a renovação de matrícula dos estudantes que já fazem parte do programa. Essa é a situação atual do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que levou os deputados da Comissão de Defesa do Consumidor (CDC) a aprovarem Audiência Pública para discutir o assunto.
24/04/2019 18h25

Defesa do Consumidor vai discutir inadimplência e problemas no acesso ao Fies

Deputado João Maia, presidente da CDC

O deputado Aureo Ribeiro, autor do Requerimento 17/2019, destacou que os problemas técnicos no sistema do Fies podem resultar até na perda do semestre para o aluno, já que muitas universidades os proibiram de assistirem às aulas ou até fazerem provas. “Mesmo com a recente prorrogação do prazo para concluir a inscrição, os estudantes ainda reclamam de problemas para assinar contratos do Fies. A questão é urgente, pois o semestre letivo está em curso”, disse Aureo.

Já a deputada Perpétua Almeida lamentou que um programa responsável por colocar milhões de brasileiros no ensino superior esteja levando os estudantes já formados a uma situação de crise. “O endividamento atinge 57% dos jovens, que entraram na universidade num momento socioeconômico favorável, e agora, com diploma nas mãos, se deparam com um cenário de desemprego crescente. Já presenciamos esta Casa anistiar agricultores em dificuldades. Por que não jovens formados que não conseguem trabalho para quitar suas dívidas? ”, questionou a parlamentar.

“Essa é uma questão que interessa diretamente a milhares de pessoas. Nossa comissão deve ajudar a construir uma solução não apenas para os estudantes que sofrem com problemas sistêmicos de acesso ao programa, mas também aos jovens formados que agora enfrentam a inadimplência”, ponderou o presidente da CDC, deputado João Maia.

Ações do documento