Instalação de telhado verde em condomínios residenciais e comerciais será tema de audiência pública

O PL 1.703/2011 que trata da obrigatoriedade da instalação do “telhado verde” em edifícios comerciais ou residenciais e em condomínios verticais com mais de três unidades agrupadas será discutido em audiência pública na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável – CMADS, da Câmara dos Deputados.
08/11/2013 16h30

Foto: Estefânia Uchôa / CMADS

Instalação de telhado verde em condomínios residenciais e comerciais será tema de audiência pública

Proponente do debate e relatora da proposta na CMADS, a deputada Marina Santanna (PV/GO) acredita que a multiplicação de telhados verdes contribuirá com a redução das temperaturas elevadas nos centros urbanos. “É sabido que um dos problemas ambientais dos grandes centros urbanos são as ilhas de calor, que ocorrem com o aumento da temperatura ambiente causado pela excessiva concentração de áreas edificadas e a carência de áreas verdes”, afirmou a deputada.

“Essa iniciativa vai contribuir com o controle da temperatura, com o aumento a extensão das áreas verdes e da biodiversidade nos espaços urbanos e consequentemente com a qualidade de vidas das pessoas”, acrescentou Marina Santanna.

Segundo a justificativa da proposta entre os vários benefícios da adoção do “telhado verde” destacam-se a manutenção da umidade relativa do ar constante em torno da edificação, a formação de microclima e microssistema, com a presença de várias espécies de plantas e animais, o aumento na quantidade de verde nos centros urbanos e ainda a contribuição no combate ao efeito estufa, mediante o sequestro de carbono na atmosfera. Já as condições e os prazos para a implantação do “telhado verde” serão estabelecidos pelos poderes executivos estaduais.

Ainda segundo o projeto somente será admitido como “telhado verde” a cobertura de vegetação composta basicamente das seguintes camadas: impermeabilização, proteção contra raízes, drenagem, filtragem, substrato e vegetação.

Serão convidados para a audiência pública representantes dos Ministérios do Meio Ambiente e das Cidades; da Caixa Econômica Federal, do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil; da Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura, do Sindicato da Habilitação de São Paulo; da Câmara Brasileira da Indústria da Construção e da Associação Tecnológica Verde Brasil.

Acesse a íntegra do requerimento Nº294/2013.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável – CMADS, da Câmara dos Deputados.

 

Ações do documento