Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

10/07/2017 - 16h28

Comissão aprova funcionamento de ônibus por 24 horas

A exigência é válida para os municípios com mais de 300 mil habitantes

Antonio Augusto / Câmara dos Deputados
Audiência pública sobre o PL 5122/13, que dispõe sobre o funcionamento do transporte público. Dep. Vanderlei Macris (PSDB-SP)
Macris excluiu o metrô da exigência para evitar comprometimento na manutenção dos trens

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados aprovou proposta que torna obrigatório o funcionamento por 24 horas, diariamente, dos serviços de ônibus em cidades com mais de 300 mil habitantes.

A versão aprovada é um substitutivo ao Projeto de Lei 5122/13, do deputado Ricardo Izar (PSD-SP).

O relator da matéria, deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP), optou por retirar do texto original a obrigatoriedade de metrôs e trens de regiões metropolitanas funcionarem durante 24 horas nos fins de semana.

Macris acredita que o funcionamento ininterrupto do metrô prejudicaria a manutenção dos trens, que é realizada durante a madrugada, bem como atividades de treinamento de empregados, simulação de emergência e testes de equipamentos.

“O simples fato de não se inspecionarem as linhas por mais de um dia seguido implicaria queda da confiabilidade da linha e da segurança do tráfego, o que colocaria em risco a vida de milhares de trabalhadores metroferroviários e milhões de usuários”, afirmou o relator.

Tramitação
A proposta será analisada de forma conclusiva pelas comissões de Desenvolvimento Urbano; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Emanuelle Brasil
Edição - Sandra Crespo

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Rafael | 30/07/2017 - 17h48
Ilustre Deputado Altineu Cortes, Referente ao MSC 139/2017 Em Nov/2016 a Itália aprovou o Reconhecimento Recíproco da Carteira de Habilitação de Motorista, porém após 8 meses, o processo encontra-se evoluindo à passos lentos no nosso país. Peço, encarecidamente, que a vossa Comissão agilize o quanto antes os trâmites burocráticos, pois a Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional já emitiu o parecer favorável, para que finalmente os brasileiros residentes na Itália e italianos residentes no Brasil possam usufruir dess
jose ricardo lee lucio | 11/07/2017 - 19h33
Não vejo motivo para que o Metrô não funcione 24h. Entendo ser até mais simples que os ônibus. A alegação que é para não atrapalhar a manutenção dos trens não é logica, já que apenas algumas composições circularão e, inclusive, se ainda não pensaram nisso, essas composições não precisam ter todos os vagões como acontece no horário normal. Ela pode ser menor.
Walter | 11/07/2017 - 09h21
Espero que tenha sido ponderada a questão da tarifa, que terá de ser majorada para suprir o fato dos ônibus ficarem rodando a madrugada toda sem passageiros, além das implicações de frota reserva, pois a manutenção também é feita no período noturno!