Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

14/11/2018 - 20h39

Sessão solene comemora o dia do profissional de coaching no Brasil

Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados
Homenagem ao profissional de Coaching
Homenagem ocorreu em sessão solene no Plenário da Câmara

A Câmara dos Deputados homenageou nesta quarta-feira (14) os profissionais de coaching pela passagem de seu dia, comemorado no último dia 12. Coaching é uma prática de treinamento para objetivos específicos, usado no aperfeiçoamento profissional e no desenvolvimento de carreiras.

Coach é uma palavra em inglês que significa treinador, cargo muito comum nos esportes. Em geral, o coach moderno ajuda o cliente a atingir um objetivo pessoal ou profissional específico através de treinamento e orientação.

A solenidade foi proposta pelo deputado Professor Pacco (Pode-DF), que aproveitou a oportunidade para explicar o que é o processo de coaching e mostrar o trabalho dos profissionais da área. “Esta iniciativa é para contribuir com os conhecimentos sobre essa profissão, que é uma das que mais crescem no Brasil e no mundo. Desde o ano de 1999, já foram diplomados cerca de 11.600 profissionais no Brasil", afirmou.

Em nome do MDB, o deputado Hildo Rocha (MA) destacou as aptidões necessárias aos profissionais da área, como empatia, flexibilidade e perseverança, utilizadas numa "metodologia que tem eficácia comprovada para melhorar o desempenho de seus clientes". “É um profissional que atua como apoiador externo e que desperta o potencial interno de outras pessoas”, disse.

Qualidades
Em discurso lido no Plenário, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, destacou que o profissional de coaching tem como meta extrair de seus clientes habilidades e comportamentos que revelam um potencial muitas vezes escondido. Maia ainda destacou que a profissão se adapta bem à atualidade, “dadas as condições fluidas do mundo pós-moderno que se refletem em todos os papéis desempenhados pelo indivíduo”.

Ao encerrar a homenagem, Professor Pacco frisou que o coaching tem se tornado prática até mesmo no serviço público, inclusive em provas de concurso. Por considerar o coaching uma necessidade, ele propôs um projeto (PL 10839/18) que inclui a inteligência emocional, uma das áreas de atuação do coaching, no currículo escolar desde o ensino fundamental.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Márcia Torres
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Elison Suares | 16/11/2018 - 16h15
Foi uma enorme satisfação participar dessa sessão é ver que cada vez mais pessoas estão buscando suas melhores versões sem esquecer do próximo ! Com certeza o Brasil tem muito a ganhar.