Fundação UE – América Latina e Caribe passa na CREDN

Com parecer do deputado Eduardo Barbosa (PSDB-MG), a Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados aprovou o acordo que Institui a Fundação Internacional União Europeia – América Latina e Caribe (EULAC), assinado em Santo Domingo, em 25 de outubro de 2016
08/08/2018 15h54

Lúcio Bernardo Jr.

Fundação UE – América Latina e Caribe passa na CREDN

Brasília – Com parecer do deputado Eduardo Barbosa (PSDB-MG), a Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados aprovou o acordo que Institui a Fundação Internacional União Europeia – América Latina e Caribe (EULAC), assinado em Santo Domingo, em 25 de outubro de 2016.

Presidente do Grupo Parlamentar de Amizade Brasil – União Europeia, o deputado explicou que a Fundação EULAC foi criada por iniciativa da VI Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo da Europa, América Latina e Caribe, realizada em maio de 2010. A instituição iniciou formalmente suas atividades, em novembro de 2011, e funciona na cidade de Hamburgo, na Alemanha.

“Como todo e qualquer processo de intercâmbio e cooperação, a utilidade dessa nova fundação e os impactos resultantes de suas atividades dependerão das opções que os países cooperantes fizerem e das ações que desenvolverem de um e outro lado do Atlântico, assim como do respectivo processo de acompanhamento e avaliação, havendo previsão expressa de participação da sociedade civil nas atividades que venham a ser desenvolvidas”, explicou o parlamentar.

A Fundação União Europeia–América Latina e Caribe tem quatro parceiros estratégicos, que são o Instituto das Américas com sede em Paris, com reconhecida atuação no que concerne ao intercâmbio relativo à integração regional no contexto da globalização; a Região da Lombardia, na Itália, que tem liderado o campo das parcerias entre pequenas e médias empresas; a Comissão Econômica para a América Latina e Caribe (CEPAL), com sede em Santiago, no Chile, com destacada liderança no campo de investimento, emprego e distribuição de renda; e a Fundação Global para a Democracia e Desenvolvimento (Funglode), sediada na República Dominicana, e atuação no campo das mudanças climáticas no Caribe.

“A Fundação EULAC promove o desenvolvimento de uma visão global conjunta, focada no futuro, com estratégias compartilhadas em ambas as regiões, além de dinamizar a parceria estratégica entre as duas regiões, encorajando e advogando a formulação e implementação de políticas e agendas conjuntas de ação”, explicou Barbosa.

 

Ações do documento