Aeronáutica apresenta Projetos Estratégicos aos membros da CREDN

À Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN) a Força Aérea Brasileira apresenta os principais projetos estratégicos, destacando os Projetos FX-2 e o KC-390.
18/09/2019 15h25

Edilson Holanda

Aeronáutica apresenta Projetos Estratégicos aos membros da CREDN

Aos membros da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN), da Câmara dos Deputados, o Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Augusto Amaral Oliveira, Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER) e o Brigadeiro do Ar Valter Borges Malta, Presidente da Comissão Coordenadora do Projeto Aeronave de Combate (COPAC), apresentaram o atual estágio dos projetos estratégicos da Aeronáutica, com ênfase para os projetos KC-390 e FX-2.

O Presidente da CREDN, Deputado Eduardo Bolsonaro, destacou que “os projetos estratégicos das forças armadas são prioritários para a defesa nacional, e que, também, são verdadeiros indutores de crescimento, inclusive social, geração de emprego e de renda. Ademais, fortalecem a base industrial de defesa para que possa atrair investimentos, viabilizar o ambiente de negócios e fortalecer parcerias estratégicas”. O Presidente da Comissão enalteceu a disposição do Comando da Aeronáutica de posicionar aos membros da CREDN acerca do quadro atual dos seus projetos estratégicos, agradecendo a presença dos ilustres expositores, bem como do Major Brigadeiro Heraldo Luiz Rodrigues, Vice-Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER) e do Brigadeiro do Ar Flávio Luiz de Oliveira Pinto, Chefe da Assessoria Parlamentar e de Relações Institucionais do Comandante da Aeronáutica (ASPAER).

O deputado Eduardo Bolsonaro ressaltou que no último dia 4 de setembro a FAB recebeu a sua primeira unidade do KC-390, fabricado no Brasil em parceria com a Embraer, em cerimônia que ocorreu na Ala 2 da Base Aérea de Anápolis. E no dia 10 de setembro teve a entrega do primeiro caça Gripen para a realização de testes de voo. Enfim agradeceu a iniciativa do Comando da Aeronáutica, singularizando a relevância dessa explanação, de modo que os membros da CREDN tenham as informações necessárias para subsidiar a atuação parlamentar nessa área.

Texto: Edilson Holanda

 

 

Ações do documento