Rodrigo Agostinho é eleito presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara dos Deputados

(Brasília, 14 de março de 2019) – O deputado federal Rodrigo Agostinho (PSB/SP) foi eleito nesta quinta-feira para presidir a Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (CMADS) da Câmara dos Deputados. Criado em 2004, o colegiado é responsável pelos temas relacionados à política nacional do meio ambiente; direito ambiental; legislação de defesa ecológica; recursos naturais (flora, fauna e solo) e pelo desenvolvimento sustentável no âmbito do Poder Legislativo.
14/03/2019 14h55

Foto: Chico Ferreira

Rodrigo Agostinho é eleito presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara dos Deputados

Presidente Rodrigo Agostinho (PSB/SP)

 

TRABALHO E CONFIANÇA

Em seu discurso inaugural como líder do Colegiado, Agostinho agradeceu a confiança dos colegas para dirigir a Comissão e afirmou que terá um enorme desafio nessa legislatura. Parlamentar eleito para exercer seu primeiro mandato na Câmara dos Deputados, Agostinho também elencou quais serão as diretrizes no comando da Comissão.   

ESFORÇO COLETIVO

“Nosso trabalho será efetivo e conjunto, de maneira suprapartidária. Vamos unificar nossos esforços em prol do meio ambiente. Acompanho o trabalho da Comissão de Meio Ambiente há anos e sei da importância dos assuntos tratados. Esse colegiado terá muita responsabilidade. Vamos contar com a participação ativa da sociedade”, adiantou.

SEM RETROCESSOS

Na avaliação de Agostinho, o papel da comissão será essencial na salvaguarda da biodiversidade. Durante a reunião de instalação, o deputado paulista também ressaltou algumas das propostas que merecem maior atenção dos congressistas para a legislatura que se inicia. “O licenciamento ambiental, a política de segurança em barragens e a proteção das unidades de conservação terão atenção especial. Não podemos retroceder na legislação ambiental do país”.

O parlamentar também foi indicado para compor a Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI).

TRAJETÓRIA

Rodrigo Agostinho é ambientalista, Advogado formado pela Faculdade de Direito de Bauru - Instituição Toledo de Ensino (2001). Mestre em Ciência e Tecnologia com ênfase em Biologia da Conservação, na USC e Especialista em Gestão Estratégica pela USP.

Foi gerente-executivo do Instituto Arapyaú (2016-2018) e é ex-prefeito do município de Bauru (SP). Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Público, Administrativo e Ambiental, e experiência em Águas, Mudanças Climáticas, Biologia da Conservação e Biodiversidade.

Foi membro titular do CONAMA - Conselho Nacional do Meio Ambiente por mais de 10 anos e é Membro da Comissão Mundial de Direito Ambiental da IUCN - União Internacional de Conservação da Natureza, Membro do Conselho do Instituto o Direito por um Planeta Verde, Fellow do Programa LEAD - Leadership for Environment and Development da Fundação Rockfeller.

Foi vereador por dois mandatos e Secretário Municipal do Meio Ambiente em Bauru, além de membro da Comissão Nacional de Biodiversidade, da Comissão Executida do PDA - Programa de Projetos Demonstrativos do PPG7 - Programa Piloto para a Proteção das Florestas Tropicais do Brasil, dos Comitês de Bacia Tietê Batalha e Tietê Jacaré, Fundador do Instituto Ambiental Vidágua e do Fórum Pró Batalha e membro do Núcleo Pró Tietê da Fundação SOS Mata Atlântica.

Criou o Programa de Recuperação Clickarvore com 36 milhões de árvores plantadas. Atualmente é membro da Sociedade Brasileira de Zoologia, da SAVE Brasil, da Sociedade Brasileira de Ornitologia, da Sociedade Brasileira de Herpetologia e da Sociedade Botânica do Brasil.

Fonte: Assessoria do deputado

Ações do documento