Estrutura tributária estimula a corrupção, diz empresário

28/05/2008 13h00

O empresário Jorge Gerdau, coordenador do movimento Ação Empresarial, disse que, se comparada a outros países, a estrutura tributária brasileira é burocrática, complexa, onerosa e estimula a corrupção. "Nosso sistema tributário trabalha na contramão do mundo", disse Gerdau, lembrando que atua como empresário em 14 países.

O empresário afirmou que 150 países já adotam um tributo como o Imposto sobre Valor Agregado (IVA), que está previsto na reforma tributária (PECs 233/08, 31/07 e 45/07), e que o imposto único com o mesmo fato gerador é um sistema consolidado.

Para Gerdau, a proposta de reforma tributária em discussão na Câmara é um avanço, mas ainda é insuficiente. Ele disse que a reforma precisa ter como premissa a busca de um sistema simples, racional e transparente, com mais contribuintes pagando menos e com o fim da cumulatividade.

As declarações foram feitas na audiência pública para discutir a reforma tributária, que ocorre no plenário 4. O evento é promovido pela comissão especial que analisa o tema e pela Comissão de Finanças e Tributação.

Agência Câmara - Para outras notícias, clique aqui.

Ações do documento