Palestra sobre o tema: Militarização de escolas públicas: por que não?

05/11/2019 12h26

 

Local: Anexo II, Plenário 10

Início: 06/11/2019 às 08h00

Informações: Ciclo de Debates da Comissão de Educação em parceria com a Frente Parlamentar em Defesa da Escola Pública e em Respeito ao Profissional da Educação

REQ nº 65/19 - Dep. Professora Rosa Neide (PT-MT)

Palestrantes:

NATÁLIA DE SOUZA DUARTE
Professora da socioeducação da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEDF)

ROSILENE CORRÊA LIMA
Professora e Dirigente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE)

GABRIELA TUNES DA SILVA
Consultora da Câmara Legislativa do Distrito Federal

COORDENAÇÃO: Deputada Professora Rosa Neide (PT-MT)


Síntese da Palestra:

A palestra temática pretende problematizar as discussões e iniciativas concretas em relação à chamada "militarização" de escolas públicas que vem sendo apresentada como resposta para a melhoria de desempenho e no enfrentamento das violências.
O país dispõe de importantes referências de qualidade, como colégios de aplicação vinculados às Universidades, Institutos Federais e incontáveis escolas públicas de referência, estaduais e municipais, para além das experiências militares. Parece-nos fundamental que as dimensões do desempenho e da violência (que é sistêmica) sejam consideradas à luz de inúmeros outros fatores, muitas vezes secundarizados. Entre os fatores que resultam em boa qualidade estão: a estrutura adequada, carreiras docentes organizadas, maiores investimentos públicos, profissionais comprometidos, respeitados e valorizados e gestão democrática, entre outras dimensões. A palestra propõe ainda problematizar se o simples aumento da rigidez de regras e eventuais punições resultam em maior disciplina por parte dos estudantes. É preciso compreender que as aspirações da população por um ensino de qualidade, com disciplina e boa estrutura inclusive, e garantia de segurança, precisam ser devidamente encaminhadas sem que o conjunto das escolas brasileiras sejam secundarizadas.

Ações do documento