Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

05/10/2017 10h47

Proposta de Mendes Thame resgata 10 Medidas de Combate à Corrupção

Projeto de lei sobre o tema, idealizado pelo Ministério Público, está há sete meses parado do Senado. Mendes Thame (PV-SP) é coordenador da Frente Parlamentar Mista de Combate à Corrupção e falou sobre o assunto em entrevista ao Com a Palavra

Desde março de 2016, o Congresso está analisando um projeto de lei com dez medidas anticorrupção idealizadas pelo Ministério Público.

A proposta, que chegou ao Legislativo federal com um forte apoio popular – mais de dois milhões de assinaturas – foi aprovada na Câmara, em novembro do ano passado. Mas o texto original foi bastante modificado pelos deputados. Só permaneceram as medidas de transparência a serem adotadas por tribunais, a criminalização do caixa 2, o agravamento de penas para corrupção e a limitação do uso de recursos com o objetivo de atrasar processos. Há sete meses, o projeto de lei está parado no Senado.

Para falar sobre o tema, o Com a Palavra convidou o deputado Antonio Carlos Mendes Thame, do PV de São Paulo. O parlamentar é coordenador da Frente Parlamentar Mista de Combate à Corrupção e presidente do capítulo brasileiro da Gopac (sigla em inglês para Organização Global de Parlamentares Contra a Corrupção).

Na entrevista, o deputado falou sobre o seu projeto, apresentado recentemente, que quer resgatar a proposta do Ministério Público Federal com as 10 medidas anticorrupção. Entre os principais pontos da proposta original a serem resgatados, Mendes Thame destaca a colaboração premiada – em que pessoas comuns possam fazer denúncias sobre corrupção e ser recompensadas.

Ouça o áudio completo da entrevista.

Apresentação - Elisabel Ferriche e Lincoln Macário