Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

07/02/2017 - 21h53

Câmara cria comissão externa para avaliar número de policiais mortos em serviço

Billy Boss/Câmara
Reunião Ordinária. Dep. cabo Sabino (PR-CE)
Cabo Sabino: comissão poderá sugerir medidas para reduzir assassinatos

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (7) a criação de uma comissão externa para avaliar o aumento no número de policiais mortos em serviço em todo o País.

O autor do pedido, deputado Cabo Sabino (PR-CE), citou dados da 10ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública que apontam o assassinato de 455 policiais em 2015, além de 1,2 mil feridos. “Ou seja, um agente de segurança pública é assassinado a cada 16 horas. Esses dados confirmam a tendência já constatada em outras edições, que indicam que o número dos agentes de segurança pública assassinados cresce cada vez mais no Brasil”, disse o deputado.

“Com a criação desta comissão externa e consequente interação com a realidade cotidiana dos agentes de segurança pública, poderemos sugerir medidas para acabar com esse verdadeiro morticínio”, afirmou Cabo Sabino.

Íntegra da proposta:

Da Redação
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Erasmo Neto | 09/02/2017 - 18h13
Concordo Acacio,resumiu muito bem.Ex:Hoje vale esta lei,amanhã não vale.Segundo estudos científicos indicam que,psicopatas não tem sentimento e são difícil para nós leigos identificar.
ACACIO | 09/02/2017 - 08h28
avaliar pra que, que diferença vai fazer a ''avaliação'' dos senhores deputados, vão continuar morrendo policiais e os senhores continuarão sentados em seu gabinetes fazendo leis que nos matam tambem, como a reforma da previdência, parem de hipocrisia...
Erasmo Neto | 09/02/2017 - 07h11
O país somos nós e dentro do nós,existe os que compram produtos roubados,contrabandeados mesmo sabendo a origem,outros desviam dinheiro para outros países para não pagar impostos,outros em troca de voto exigem imunidade tributária e criam uma fantasia mental com base em fé abstrata de salvadores que são comprovadamente desconhecidos do povo e mortos."Conhece a ti mesmo" e pode ter certeza, outros conhecem as suas atitudes podem calar por medo.Neste país não existe inocente total,mas existe a possibilidade de corrigirmos erros e evitar a pratica.A logica dos psicopatas,dividir para governar.