Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

30/08/2017 - 18h14

24 mil venezuelanos buscaram refúgio no Brasil e cerca de mil chegam todos os dias, diz Itamaraty

Dados apresentados pelo embaixador Tarcísio Costa mostram que 24 mil venezuelanos buscaram refúgio no Brasil e cerca de mil chegam todos os dias, vindos principalmente pela fronteira com Roraima – número 25 vezes menor que o número de venezuelanos que atravessa a fronteira com a Colômbia. Costa é diretor do Departamento da América do Sul Setentrional e Ocidental do Ministério das Relações Exteriores, o Itamaraty.

A proximidade, localização e relações econômicas fazem da Venezuela um parceiro estratégico do Brasil, que exporta principalmente carne (proteína) para o país vizinho, que por sua vez importa 30% do que consome.

Entrada do Caribe
A Venezuela tem ainda importância estratégica para o Brasil por ser a porta de entrada para o Caribe e, consequentemente, para os Estados Unidos. Como o Caribe banha também os EUA no Golfo do México, chegando ao Caribe fica fácil o acesso por barcos das mercadorias brasileiras aos EUA.

A crise econômica fez com que o Produto Interno Bruto (PIB) venezuelano despencasse 25% nos últimos três anos, a maior queda do mundo, de acordo com o Fundo Monetário Internacional. Além disso, a inflação atualmente está em 700% ao ano, com previsões de chegar a 1.600%.

Praticamente toda receita externa (96%) da Venezuela é proveniente do petróleo, commodity que tem perdido valor no mercado internacional desde 2013. “Não há controle de gastos públicos na Venezuela, e o orçamento não passa pelo Congresso, o que explica a total falta de transparência dos órgãos públicos”, disse o embaixador.

Reportagem – Antonio Vital
Edição – Newton Araújo

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'