Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

08/02/2018 - 18h14

Escolas públicas poderão ser obrigadas a adotar controle digital de frequência de alunos

As escolas públicas da educação básica poderão ter de, gradativamente, implantar sistema de controle digital de frequência de alunos. É o que determina o Projeto de Lei 9176/17, do deputado Hildo Rocha (PMDB-MA), em análise na Câmara dos Deputados.

Reprodução/TV Câmara
dep. Hildo Rocha
Hildo Rocha: proposta moderniza a gestão e reduz a evasão escolar

A educação básica abrange a educação infantil, o ensino fundamental e o ensino médio.

Para Rocha, a implantação do controle digital tem inúmeros benefícios, tais como: elimina o tempo gasto pelo professor com chamada oral, contribui para diminuir os atrasos e a evasão escolar, e auxilia no controle do acesso às dependências das escolas.

“O controle digital moderniza a gestão escolar, trazendo para o colégio os recursos disponíveis no século XXI”, destaca Rocha.

Tramitação
A proposta, que tramita em caráter conclusivo, será analisada pelas comissões de Educação; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Janary Júnior
Edição – Marcelo Oliveira

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Mathias | 11/02/2018 - 16h57
Enquanto se preocupam com ponto eletrônico, as escolas dependem das APMFs para comprar o básico, inclusive retirando professores e funcionários de suas atribuições normais para realizarem atividades arrecadativas, como festas, rifas, pasteladas...
Ricardo Carrijo | 09/02/2018 - 17h03
Excelente projeto. Poderá melhorar a qualidade e melhorar o uso do tempo dentro de sala de aula ! Parabéns ao Deputado Hildo Rocha !
cc | 09/02/2018 - 11h42
Excelente.As escolas não segurarao alunos sem estar estudando no sistema,elas precisam do quantitativo para o censo, este quantitivo, que libera dinheiro para a escola no ano da frente. Tbm precisão do quantitativo p contratar profissionais no ano.E passarao no mês de dez.dar a declaração de transferência no sistema. Aluno q ñ frequenta o âmbiente escolar,a escola liga p retornar, ele vai uma semana, sai da porcentagem de falta e entra no quantitivo escolar. Isso sim, é, a lei de mudança, pois burla o jeitinho e passamos a valer direito e teremos números reais,economia de gastos garantido.