Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

18/05/2017 - 18h05

Festa religiosa em Barbalha (CE) deve ganhar apoio de comissões

Billy Boss/Câmara dos Deputados
Audiência pública sobre a Festa do Pau da Bandeira de Santo Antônio de Barbalha/CE - Patrimônio Cultural do Brasil - como potencial de atrativo turístico-cultural na abertura do calendário das festas juninas do Nordeste brasileiro
Ações de marketing para incrementar o turismo no Cariri foram discutidas na reunião

Patrimônio cultural do Brasil, a Festa do Pau da Bandeira de Santo Antônio de Barbalha (CE) atrai cerca de 250 mil pessoas a cada ano. Para discutir como aproveitar melhor o potencial turístico e cultural do evento, a Comissão de Cultura da Câmara reuniu, nesta quinta-feira (18), Ministério do Turismo, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o prefeito da cidade e de um representante do festejo.

Todos os anos, devotos do santo casamenteiro seguem para Barbalha a fim de pagar promessas, fazer pedidos e acompanhar a cerimônia do hasteamento, em que cerca de 200 homens se revezam em um percurso de oito quilômetros, levando um tronco de mais de duas toneladas nos ombros. Nele, é hasteada a bandeira de Santo Antônio em frente à Igreja Matriz de Barbalha, em uma tradição que começou em 1928.

A secretária nacional de qualificação e promoção do Turismo, Tetê Bezerra, detalhou as ações do ministério para promover os festejos juninos como um produto turístico no Brasil e no exterior, e ressaltou a necessidade de qualificação profissional e preparo das populações locais para a fidelização dos turistas.

Bezzera destacou que, por meio da plataforma Braços Abertos, o Ministério do Turismo oferece, gratuitamente, ações de qualificação à distância.

Centro de referência
Já a representante do Iphan no debate, Rívia de Alencar, explicou que o reconhecimento da festa de Barbalha como patrimônio cultural colabora para preservar e divulgar a tradição religiosa. Como próximo passo para o fortalecimento da festa, ela defende a criação de um centro de referência para abrigar todo o material que registra a memória quase centenária dos festejos.

O prefeito de Barbalha, Argemiro Sampaio Neto, pretende que a Festa do Pau da Bandeira marque oficialmente o início dos festejos juninos no Nordeste. Para ampliar sua visibilidade, ele lançou, neste ano, o desafio “da maior festa de Santo Antônio do mundo”. Segundo ele, no Brasil, nenhuma cidade ainda aceitou o desafio. “Mas Lisboa [Portugal] já está em contato, acha que a maior festa de Santo Antônio do mundo é lá, a terra de Santo Antônio – e nós estamos desafiando", acrescentou.

Além dessa ação de marketing, o prefeito de Barbalha pede apoio para que o município consiga captar mais recursos federais e ampliar a festa nos próximos anos, aproveitando a estrutura existente nas vizinhas Crato e Juazeiro.

Potencial turístico
Autor do requerimento para a realização da audiência pública, o deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE) avalia que a Festa do Pau da Bandeira de Santo Antônio tem um grande potencial para estimular o turismo em toda a região do Cariri, que reúne uma população de quase 600 mil habitantes.

Gomes de Matos chamou atenção para a necessidade de as comissões de Cultura e de Turismo fortalecerem esse potencial do município, “para fazer com que possamos gerar emprego, renda e resgatar toda a cultura do nosso povo."

Reportagem - Mônica Montenegro
Edição - Sandra Crespo

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'