Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Página Inicial / Atividade Legislativa / Comissões / Comissões Permanentes / Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável - CMADS / Notícias / Aspecto econômico das culturas agrícolas geneticamente modificadas será debatido na CMADS

Aspecto econômico das culturas agrícolas geneticamente modificadas será debatido na CMADS

A CMADS realizará audiência pública para debater a produção agrícola de culturas de Organismos Geneticamente Modificados – OGM e suas consequências ambientais, levando-se em conta o seu caráter econômico. O evento será realizado na próxima terça-feira, 31 de outubro de 2017, às 14 horas, no Plenário 09 da Câmara dos Deputados (Anexo II), e contará com transmissão ao vivo pelo portal e-Democracia.
26/10/2017 12h10

Igor Spanholi – Free Stock

Aspecto econômico das culturas agrícolas geneticamente modificadas será debatido na CMADS

Aproximadamente 94% da soja produzida no Brasil é transgênica.

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável realizará audiência pública para debater a produção agrícola de culturas de Organismos Geneticamente Modificados – OGM e suas consequências ambientais, levando-se em conta o seu caráter econômico. O requerimento para a realização do evento é de autoria do Deputado Nilto Tatto, Presidente da CMADS.

Em seu requerimento, o Deputado Nilto Tatto destaca que apesar da produção de Organismos Geneticamente Modificados no Brasil crescer a cada ano, estudos demonstram que a utilização dessa tecnologia tem gerado um acréscimo no custo de produção de algumas culturas, especialmente para pequenos e médios produtores. Isso pode ocorrer devido aos gastos excessivos com royalties, agrotóxicos específicos e sementes mais caras que as comuns, o que torna o custo da tonelada por hectare de produtos transgênicos maior que os custos de produtores de países vizinhos ou de plantações tradicionais.

Outro ponto destacado no requerimento é a resistência do mercado internacional aos produtos transgênicos, com políticas rígidas de controle até a proibição de alguns organismos geneticamente modificados. Desse modo, algumas culturas sofreram queda em seu valor de mercado, o que prejudica economicamente o produtor rural.

Para o Deputado, o aspecto econômico tem sido pouco abordado em debates sobre as culturas transgênicas, que geralmente focam em questões sobre os impactos ambientais e sociais destas culturas agrícolas. Desse modo, custos de produção, compensação ambiental e as tendências do mercado interno e externo para os produtos transgênicos devem ser o tema central desta audiência pública.

Para o debate foram convidados representantes das empresas de biotecnologia e produtos transgênicos, representantes da sociedade civil e especialistas. O evento será realizado na próxima terça-feira, 31 de outubro de 2017, às 14 horas, no Plenário 08 da Câmara dos Deputados (Anexo II), e contará com transmissão ao vivo pelo portal e-Democracia.

Participe!

https://edemocracia.camara.leg.br/audiencias/sala/519

 

 Confira abaixo a programação completa:

AUDIÊNCIA PÚBLICA - SITUAÇÃO DAS CULTURAS AGRÍCOLAS GENETICAMENTE MODIFICADAS NO BRASIL , SOB A ÓTICA ECONÔMICA

 

- Requerimento nº 234/2017 - do Deputado Nilto Tatto (PT/SP)

 

Data: 31/10/2017 (terça-feira)

Horário: 14h

Local: Anexo II - Plenário 08

 

EXPOSITORES:

 

- MARIJANE LISBOA, Membro do Conselho Diretor do IDEC - Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (*)

 

- ANTÔNIO INÁCIO ANDRIOLI, Vice-reitor da UFFS - Universidade Federal da Fronteira Sul (*)

 

- REPRESENTANTE, da Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e pela Vida.(**)

 

- NÉRI PERIN, Advogado da Néri Perin Advogados Associados (*)

 

- REPRESENTANTE da AgroBio - Associação das Empresas de Biotecnologia na Agricultura e Agroindústria(**)

 

- REPRESENTANTE da Aprosoja - Associação Brasileira dos Produtores de Soja do Brasil (**)

 

- ALEXANDRE NEPOMUCENO, Pesquisador da Embrapa Soja - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária(*)

 

- REPRESENTANTE da Monsanto no Brasil (**)

 

Legenda:

 

(*) Confirmado

(**) Não virá