Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Portal da Câmara dos Deputados

  • Acessível em Libras
  • Retorne o texto ao tamanho normal
  • Aumente o tamanho do texto

Navegação Global

Câmara dos Deputados
Você está aqui: Página Inicial > Atividade Legislativa > Comissões > Comissões Permanentes > Comissão de Educação - CE > Prêmio Darcy Ribeiro de Educação

Prêmio Darcy Ribeiro de Educação

Os três agraciados ao Prêmio Darcy Ribeiro edição 2016 foram: Centro Universitário Belas Artes de São Paulo; Professor João Batista Araújo e Oliveira e Projeto Rondon.

Na reunião deliberativa de 05 de outubro, foram escolhidos os 3 agraciados ao Prêmio Darcy Ribeiro edição 2016. São eles:

Centro Universitário Belas Artes de São Paulo;

Professor João Batista Araújo e Oliveira e

Projeto Rondon.

A cerimonia de outorga será dia 22 de novembro

 

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados recebeu 32 indicações ao Prêmio Darcy Ribeiro edição 2016 confira o resumo dos indicados:

Indicados 2016

Confira o cronograma para a premiação de 2016:

 

Formalidades

Data

Prazo para as indicações

05/05/2016 a 30/05/2016

Divulgação das Indicações

03/06/2016

Escolha dos 10 semifinalistas (em reunião deliberativa)

13/09/2016

Escolha dos 3 finalistas (em reunião deliberativa)

05/10/2016

Cerimônia de entrega do Prêmio Darcy Ribeiro

22/11/2016 (a confirmar)

 

Confira os 10 semifinalistas:

 

INDICADO

PARLAMENTAR  AUTOR

01

Associação Nacional   de Educação Católica do Brasil  – ANEC

Dep. Izalci – PSDB/DF

02

Centro   Educacional  Infantil Figueira Grande – Jardim São Luís - SP

Dep. Alexandre Leite   – DEM/SP

03

Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária - CENPEC

Dep. Profª Dorinha   Seabra Rezende -  DEM/TO

04

Centro Universitário Belas Artes de São Paulo

Dep. Lelo Coimbra –   PMDB/ES e Dep. Lobbe Neto – PSDB/SP

05

Prof. João Batista Araújo e Oliveira

Dep. Rogério Marinho    – PSDB/RN

06

Prof. Márcio de Andrade Batista

Dep. Alex Canziani   PTB/PR  e Dep.  Ságuas Moraes - PT/MT

07

Profª  Marlucia Santos de Souza

Dep. Celso Pansera –   PMDB/RJ

08

Projeto “Pedagogia Hospitalar Interativa” – Conexões para além da sala de aula - da Secretaria   Municipal de Educação da Prefeitura de Blumenau – SC

Sen. Dalirio Beber – PSDB/SC

09

Projeto RONDON

Dep. Pedro Fernandes   – PTB/MA

Dep. Alex Canziani -   PTB/PR

10

Prof. ª Rosita Edler Carvalho

Dep. Eduardo Barbosa   - PSDB/MG

Histórico

O Prêmio foi criado para contemplar pessoas ou entidades cujos trabalhos ou ações mereceram destaque especial na defesa e na promoção da educação brasileira.

A premiação consiste na concessão de diploma de menção honrosa e outorga de medalha com a efígie de Darcy Ribeiro a três (03) pessoas físicas ou jurídicas, escolhidas por este Colegiado entre aquelas indicadas por qualquer Deputado ou Senador.

As indicações devem ser apresentadas em forma de relato sintetizado, devidamente fundamentado, com dados qualificativos e informações que comprovem a adequação dos indicados ao prêmio. Na escolha dos agraciados, a Comissão de Educação deverá considerar critérios de originalidade, vulto ou caráter exemplar das ações educativas desenvolvidas.

 

Legislação Relacionada        

Ato da Mesa 31, DE 2000

Resolução 30, DE 1998

Indicações dos Anos Anteriores

Lista de Agraciados 2002-2015

 

Darcy Ribeiro            

  Antropólogo, romancista e político mineiro. Um dos principais intelectuais brasileiros; é o fundador da Universidade de Brasília.

Darcy Ribeiro (26/10/1922-17/2/1997) – nasceu em Montes Claros. Forma-se pela Escola de Sociologia e Política da Universidade de São Paulo (USP) em 1946. No ano seguinte, como etnólogo do Serviço de Proteção ao Índio, passa períodos com várias tribos indígenas. Publica os livros Religião e Mitologia Kadiwéu (1950); Línguas e Culturas Indígenas do Brasil (1957; Arte Plumária dos Índios Kaapor (1957),este em colaboração com sua mulher, Berta Ribeiro; e A Política Indigenista Brasileira (1962). É chefe da Casa Civil da Presidência da República entre 1963 e 1964. Com o golpe militar, foge para o Uruguai, onde vive por quatro anos. Volta definitivamente ao Brasil em 1974 e passa a participar da política carioca. Em 1982 elege-se vice-governador do Rio de Janeiro na chapa liderada por Leonel Brizola pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT). Concorre ao governo estadual em 1986, mas é derrotado. Em 1990 elege-se senador pelo Rio. Escreve romances como Maíra (1977), O Mulo (1981), Utopia Selvagem (1982) e Migo (1988).

Faleceu em 17 de fevereiro de 1997.  No seu último ano de vida, dedicou-se especialmente a organizar a Universidade Aberta do Brasil, com cursos de educação a distância, e a Escola Normal Superior, para a formação de professores de 1º grau.

Fonte: Quem é Quem na História do Brasil  (Editora Abril – 2000)

"O livro mais importante do Brasil é o Casa Grande & Senzala, de Gilberto Freyre. Mas é o ponto de vista da classe dominante sobre o que é a casa-grande e a senzala. Não explica o Brasil. Eu sempre tive como preocupação explicar as causas do desenvolvimento desigual dos povos americanos e, por isso, escrevi As Américas e a Civilização."

"Eu não tenho medo da morte. A morte é apagar-se, como apagar a luz. Presente, passado e futuro? Tolice. Não existem. A vida vai se construindo e destruindo. O que vai ficando para trás com o passado é a morte. O que está vivo vai adiante" . Darcy Ribeiro

 

Fonte: Revista Veja

Informações de Apoio

Mapa do Portal