01/10/20 - Câmara e Senado realizam eventos para marcar o Outubro Rosa

Campanha mundial serve para alertar mulheres e sociedade sobre importância da prevenção e do diagnóstico precoce dos cânceres de mama e do colo do útero. Cerimônia de abertura será nesta quinta (1º) com o acendimento das luzes do Congresso Nacional.
 
A Câmara dos Deputados e o Senado Federal promovem uma série de eventos neste mês para marcar o “Outubro Rosa”, campanha mundial para conscientizar e alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama, aumentando, assim, as chances de cura e reduzindo a mortalidade. No Brasil, as campanhas são realizadas desde 2002. Recentemente, a preocupação sobre o câncer de colo do útero passou a integrar a campanha.
 
Segundo o Ministério da Saúde, o câncer de mama é o segundo tipo que mais acomete brasileiras, representando em torno de 25% de todos os cânceres que afetam o sexo feminino. Nos homens, representam menos de 1% do total de casos da doença. A incidência cresce progressivamente acima dos 35 anos e, especialmente, após os 50 anos. O câncer do colo do útero, também chamado de câncer cervical, é causado pela infecção persistente por alguns tipos do Papilomavírus Humano (HPV), chamados de oncogênicos. Apesar da infecção genital pelo HPV não causar doença na maioria das vezes, em alguns casos há alterações celulares que podem evoluir para o câncer.
 
Para 2020, foram estimados 66.280 novos casos de câncer de mama no Brasil, com risco estimado de 56 casos a cada 100 mil mulheres. Os casos de câncer de colo do útero foram estimados em 16.590.
 
Programação
 
programação do Outubro Rosa começa nesta quinta-feira (1º), às 18h, com a cerimônia de acendimento das luzes do Congresso Nacional, que este ano será realizada virtualmente, devido às normas de prevenção à Covid-19, com transmissão pelo canal da Câmara no Youtube, pelo e-Democracia e pela TV Câmara
 
Estão previstos para o mês, ainda, ciclo de debates sobre câncer de mama, projeção no Congresso pelo Dia Internacional de Combate ao Câncer de Mama e campanha de doação de lenços.
 
Os eventos são promovidos pela Secretaria da Mulher, com o apoio da Primeira-Secretaria e da Comissão dos Direitos da Mulher da Câmara, em parceria com o Senado Federal, por meio da Procuradoria Especial da Mulher, da Comissão Permanente Mista de Combate à Violência contra a Mulher, do Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça e da Liga do Bem.
 
Debates
 
Durante o mês de outubro, haverá quatro ciclos de debates, sempre às sextas-feiras, com a mediação de deputadas federais e senadoras, além da participação de convidados. Os eventos serão transmitidos pelo canal da Câmara​ no Youtube, pela TV Câmara e pelo e-Democracia, este aberto a perguntas do público.
 
No dia 09, às 14h30, será realizado o painel “A realidade do adiamento do diagnóstico e tratamento de câncer no SUS em função da pandemia”. O debate pretende mostrar a importância do papel fiscalizador do Congresso e da sua colaboração para a garantia de acesso ao diagnóstico precoce do câncer.
 
No dia 16, às 15h, haverá dois painéis: Painel I - “A Lei dos 30 dias”, que abordará a importância dessa lei e seu impacto na vida das mulheres, com uma avaliação sobre a sua implementação; e Painel II – “A importância de instituições da sociedade civil na jornada do paciente com câncer de mama durante a pandemia”, que discutirá a situação dos pacientes oncológicos no contexto da pandemia, sob uma perspectiva nacional.
 
 No dia 23, às 15h, mais dois painéis: Painel I – “O papel do Poder Legislativo com a causa oncológica”, em que será discutido como os parlamentares podem contribuir para a efetivação de políticas públicas relativas à causa oncológica, bem como o seu papel na construção de novas políticas públicas e na garantia de acesso ao diagnóstico precoce e ao tratamento ágil e adequado da doença; e Painel II – “Saúde mental da mulher com câncer de mama durante a pandemia”, em que estarão em pauta o alto índice de depressão em mulheres com diagnóstico de câncer e a importância do fortalecimento da saúde mental para enfrentamento da doença.
 
No dia 30, às 15h, será realizado o painel “Inovação e o futuro da medicina no combate ao câncer de mama”, para debater como tratamentos pouco invasivos, que atingem apenas as células doentes e causam menos efeitos colaterais, podem oferecer aos pacientes maior possibilidade de cura e mais qualidade de vida durante o tratamento.
 
Projeção no Congresso
 
No dia 19 de outubro, às 19h, quando se celebra mundialmente o Dia Internacional de Combate ao Câncer de Mama, serão projetadas, no prédio principal do Congresso Nacional, frases de conscientização sobre o câncer de mama e dados sobre a incidência da doença no País. O objetivo da ação é chamar a atenção para a campanha Outubro Rosa e para a importância dos cuidados com a saúde da mulher, proporcionar para a população informação sobre a doença, estimular as mulheres a se cuidarem e, principalmente, propagar uma mensagem positiva de valorização da saúde e da vida.
 
Campanha de Doação de Lenços
 
Neste ano, será realizada a terceira edição da Campanha de Doação de Lenços, iniciativa da Liga do Bem – grupo de voluntários formado por servidores do Senado Federal –, em parceria com a Câmara dos Deputados. Poderão ser doados lenços, bonés, laçarotes, toucas, perucas e apliques que, após esterilizados pelos voluntários, serão destinados à Rede Feminina de Combate ao Câncer e ao Hospital da Criança de Brasília José Alencar. A caixa coletora ficará instalada na Chapelaria da Câmara até o dia 23 de outubro.
 
programação do Outubro Rosa está disponível no portal da Câmara. 

Ações do documento