02/04/2019 - 10h54

Novo líder do PCdoB diz que prioridade do partido é ser oposição ao governo Bolsonaro

Partido tem nove deputados e será liderado agora pelo deputado Daniel Almeida

O novo líder do PCdoB, deputado Daniel Almeida (BA), afirmou que a prioridade do partido nesta legislatura é se contrapor à agenda do presidente da República, Jair Bolsonaro. "Não acreditamos nela”, justifica. “Na área econômica tem uma sinalização de privatização generalizada e nós somos contra privatizar o setor elétrico, Petrobras, Banco do Brasil, Caixa Econômica e outras ações que eles pretendem fazer."

O líder disse, ainda, que o partido se opõe à reforma da Previdência porque a proposta será pior para quem precisa de apoio dos recursos públicos na aposentadoria. "Eles dizem que é para acabar com os privilégios, mas na verdade é para maltratar os pobres. Nós não podemos aceitar o desmonte que a reforma da Previdência propõe, que é acabar com a previdência pública e entregar ao sistema financeiro", criticou o novo líder.

Daniel Almeida também adiantou que o partido pretende debater o projeto de lei anticrime, apresentado pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro. O pacote anticrime do governo altera 14 leis, incluindo o Código Penal. Segundo o líder, combater a corrupção é prioridade para o PCdoB, mas sem aumentar o grau de violência.

A bancada atual do PCdoB tem 9 deputados, um a menos que nas eleições de 2014, e um deles foi eleito pelo PPL, partido que foi incorporado ao PCdoB após a última eleição.

Reportagem – Nicole Mattiello
Edição – Natalia Doederlein

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Edson | 04/04/2019 - 00h25
Considero uma aberração existir um partido comunista no Brasil, são pessoas que vivem no passado, defendendo algo que provou ser muito nocivo, ver essas pessoas contra projetos que são essenciais para nosso país não é de se admirar, eles querem só fazer o mal, incrível é ter alguém em pleno século XXI que vote em pessoas com essas ideias, é realmente lamentável.
daniEL | 03/04/2019 - 14h56
A prioridade do dep Daniel é se contrapor ao governo Bolsonaro? Simples assim??? Não é se contrapor ao que é ruim, é a tudo? A reforma maltrata pobres? Então, melhore-a, mas FAÇA ALGUMA COISA ao invés de apenas criticar! Que visão mesquinha e medíocre! Aumentar violência? Prove que é isso e melhore o que não for bom, mas FAÇA MELHOR! Lamentável que tenha vindo de um xará meu (daniEL sigfinica DEUS é meu justo juiz), mas o dep não merece carregar tal nome! Mas, quem sou eu para dizer isso, né? Sou apenas um servo inútil do Senhor Jesus e do DEUS Altíssimo. Faça oposição se for saudável e justa!
Evanir Vieira | 03/04/2019 - 12h52
Os brasileiros sabem disto, assim como sabem que o PCdoB ficou ao lado do desgoverno do PT, que colocou 14 MILHÕES no desemprego e mandou dinheiro de nossos impostos para nações estrangeiras. Eu me surpreenderia se o partido votasse a favor de pautas que beneficiem o Brasil.