Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Portal da Câmara dos Deputados

  • Acessível em Libras
  • Retorne o texto ao tamanho normal
  • Aumente o tamanho do texto

Navegação Global

Câmara dos Deputados
Você está aqui: Página Inicial > A Câmara > Presidência

Maia acredita que reformas serão aprovadas ainda no primeiro semestre

Foto: Antônio Augusto/Agência Câmara

Rodrigo Maia deu posse a dois parlamentares nesta quinta-feira

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou nesta quinta-feira (5) que a reforma da Previdência (PEC 287/16) e a reforma trabalhista (PL 6787/16) serão aprovadas neste primeiro semestre para garantir a recuperação econômica do País. Segundo Maia, se as reformas não avançarem, o desemprego não vai parar de subir e o crescimento não vai voltar.

“Do meu ponto de vista [a reforma da Previdência] fortalece o direito dos trabalhadores e das famílias no longo prazo e, no curto prazo, vai dar um alívio enorme, com taxas de juros abaixo de 10% e vai facilitar da recomposição do endividamento das famílias e das empresas que é muito grande hoje”, destacou.


Rodrigo Maia também afirmou que a Câmara pode discutir projetos prioritários sobre segurança pública que estão tramitando na Casa em conjunto com os poderes Executivo e Judiciário. “Acho que nós podemos em conjunto, avaliando com todo cuidado por que passa essa crise Manaus, sob o comando do presidente Temer e [da presidente do Supremo Tribunal Federal] Carmem Lúcia construir uma agenda legislativa."

Novos parlamentares

Pela manhã, Rodrigo Maia empossou os deputados Yeda Crusius (PSDB-RS) e Izaque José da Silva (PSDB-SP), que assumiram os cargos após a renúncia dos titulares.

Yeda Crusius, que já foi governadora do Rio Grande do Sul, ficará no lugar de Nelson Marchezan Junior (PSDB-RS), novo prefeito de Porto Alegre. Silva irá para a vaga deixada por Bruno Covas (PSDB-SP), que assumiu a vice-prefeitura de São Paulo.

Com as posses de hoje, todas as 21 vagas abertas com a mudança no comando dos municípios foram preenchidas. Na última segunda-feira (2), a Casa já havia dado posse a oito suplentes e outros já tinham sido convocados nos dias anteriores.

Notícias

Informações de Apoio

Mapa do Portal