Experimentos tipográficos

Mostra de Luis Matuto fica em cartaz de 21/8 a 4/9. Obras foram feitas a partir de tipos usados na antiga produção gráfica, especialmente no sistema de impressão direta com o uso de matriz em relevo.
19/08/2019 10h25

Na produção das obras da exposição, foram utilizados tipos de chumbo e de madeira, matrizes de madeira e de papel e placas de batente usadas. Os tipos, em alguns casos, são utilizados na sua função original, compondo palavras e frases. Em outras obras, no entanto, são usados como recursos gráficos, criando formas e movimento.

Luis Matuto é um jovem artista mineiro, considerado um dos mais destacados gravadores de sua geração. Em Belo Horizonte, é também referência no desenho gráfico. Segundo o curador da exposição, Oto Reifschneider, o artista domina a madeira como poucos, fruto da convivência com a marcenaria paterna desde a infância, em Alfenas (MG). A maior parte de sua produção foi em xilogravura, com algumas incursões nas técnicas da gravura em metal. Entre 2011 e 2018, conviveu com o mestre tipógrafo Ademir Matias, dono de uma das últimas gráficas do gênero no país. E foi dessa convivência, do encantamento pela tipografia tradicional e pelo ambiente gráfico que surgiu o conjunto que compõe a mostra na Câmara.
 

Confira aqui o catálogo virtual da mostra.

 

Exposição "Experimentos tipográficos", de Luis Matuto

Visitação: de 21 de agosto a 4 de setembro, de segunda a sexta, das 9h às 17h
Local: Galeria Décimo (anexo 4, 10º andar) - Câmara dos Deputados, Brasília/DF
Abertura: 22 de agosto, às 18h

Experimentos tipográficos
Fotos: Acervo Câmara dos Deputados

Experimentos tipográficos

Experimentos tipográficos

Experimentos tipográficos

Experimentos tipográficos

Experimentos tipográficos

 selecionado por edital novo

Ações do documento