Conselho de Ética instaura processos em desfavor dos Deputados Érika Kokay, Ivan Valente e Jean Wyllys

27/03/2018 18h00

Nesta terça (27), o Presidente do Conselho de Ética, Deputado Elmar Nascimento (DEM/BA), instaurou 3 processos e procedeu ao sorteio das listas tríplices para escolha dos relatores.

Inicialmente, foi instaurado o processo referente à Representação nº 23/18, do Partido da República - PR, em desfavor da Deputada Érika Kokay (PT/DF). Segundo a inicial, a Deputada teria dirigido ofensa ao Presidente da República, Michel Temer, em discurso proferido no Plenário da Câmara dos Deputados. Realizado o sorteio para escolha do relator, foram contemplados os Deputados Cabuçu Borges (PMDB/AP), Carlos Bezerra (PMDB/MT) e Adilton Sachetti (PRB/MT).  

Logo após, o Presidente instaurou o processo referente à Representação nº 24/18, do Partido da República - PR, em desfavor do Dep. Ivan Valente (PSOL/SP). Conforme consta na Representação, o Deputado Ivan Valente teria dirigido ofensas aos seus pares e ao Presidente da República, em discurso proferido no Plenário da Câmara dos Deputados. Para a relatoria, foram sorteados os Deputados Pompeo de Mattos (PDT/RS), Leo de Brito (PT/AC) e Adilton Sachetti (PRB/MT).

Por fim, o Presidente instaurou o processo referente à Representação nº 25/18, do Partido da República - PR, em desfavor do Dep. Jean Wyllys (PSOL/RJ). De acordo com a inicial, o Deputado Jean Wyllys teria feito apologia ao uso de drogas ilícitas em entrevista no Youtube. Os três parlamentares sorteados são os Deputados Pompeo de Mattos (PDT/RS), Sandro Alex (PSD/PR), e Izalci Lucas (PSDB/DF).

O Presidente do Colegiado designará os relatores oportunamente.

Ações do documento