Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Bailarinas da Natureza

A mostra da artista Bia Doria contém esculturas que remetem aos movimentos produzidos pelas árvores. A visitação acontece de 20 de fevereiro a 7 de abril no Salão Negro do Congresso Nacional.
24/02/2016 16h55

BD-0066, de Bia Doria - Resíduo de floresta de manejo e flores de madeira da Floresta AmazônicaBia Doria tem na natureza a matéria-prima e o motivo de seu trabalho. Suas peças são identificadas por obras feitas a partir de resíduos de floresta de manejo, produtos sustentáveis e árvores nativas resgatadas em queimadas, desmatamentos, fundo de rios, barragens, entre outros. 

As criações são desenvolvidas dentro do que sua imaginação identifica como formas ideais da natureza. Por isso, a artista se autodenomina uma representante da arte contemporânea sustentável.

Em 12 anos de carreira, a artista participou de várias exposições no Brasil e no mundo. Entre elas, destacam-se a mostra realizada no MAC, MUBE, Salão de Arte, Pinacoteca Benedicto Calixto e a exposição individual Redesenhando a Natureza, no Museu de Arte Contemporânea de Goiás – Centro Cultural Oscar Niemeyer.

Fora do País, a artista recebeu prêmio na categoria escultura na 10ª Bienal de Firenze (Itália), em 2015. Participou também da Bienal de Padova, no Salon des Artistes Indépendants Art em Capita (França) e da Feira Internacional de Artes e Design em Seul (Coreia do Sul), entre outras. 

Confira aqui o fôlder da mostra.

Exposição Bia Doria. Foto: Victor Diniz / Acervo Câmara dos Deputados.

Exposição “Bailarinas da Natureza”

Local: Salão Negro – Palácio do Congresso Nacional – Brasília/DF

Visitação: De 20 de fevereiro a 7 de abril de 2016, das 9h às 17h 

Entrada franca 

selo selecionado por edital