Página Inicial Notícias Homenagem fúnebre ao poeta de Cabo Verde, na Sessão Solene

Homenagem fúnebre ao poeta de Cabo Verde, na Sessão Solene

No decurso da Sessão Solene de Boas-vindas foi aberto um espaço para a Homenagem fúnebre ao Dr. Corsino Fortes, cujo texto foi apresentado ao plenário da Assembleia Nacional pela Deputada Filomena Pina.

Eis, na íntegra, o teor da referida homenagem:

«A notícia chegou-nos de forma chocante e consternadora: faleceu Corsino Fortes, o poeta e político cabo-verdiano cuja obra, decisiva na leitura do processo histórico da literatura cabo-verdiana, ultrapassou as fronteiras do país natal para se projectar no ponto mais alto da literatura extra-arquipélago.

Primeiro embaixador de Cabo Verde em Portugal, cargo que exerceu de 1975 a 1981, Corsino Fortes desempenhou, dentre outros, os cargos de Diretor-geral dos Assuntos Judiciários da República da Guiné-Bissau e emissário especial da República de Cabo Verde junto dos governos de Angola e de São Tomé e Príncipe, membro de vários governos, Chefe da delegação de Cabo Verde ao Acordo Ortográfico de Língua Portuguesa, na Academia Brasileira de Letras, Embaixador junto de várias nações africanas, Presidente da Associação dos Escritores de Cabo Verde e Presidente da Academia Cabo-Verdiana de Letras, que ainda em 6 de Julho passado lhe atribuiu o Grande Prémio Literário Vida e Obra.

O desaparecimento físico do autor da célebre trilogia ‘Pão e Fonema’, ‘Árvore & Tambor’ e ‘Pedras de Sol & Substância’ faz perpassar por nós, qual rio abrangente e largo, o fluxo extraordinário de recordações de uma personalidade de rara dimensão histórica, cultural, política e cívica.

Daí que nesta sessão de boas vindas à delegação do parlamento irmão de Cabo Verde honremos a memória de alguém que nos deixou um legado vivo traduzido pela atitude patriótica que assumiu em vida, bem como pela doce tonalidade e o profundo humanismo dos seus versos, que despertam em nós a consciência de um intenso sentido colectivo e o pleno orgulho de sermos africanos.

Em momento de tão profunda dor e luto, o Grupo Parlamentar do PCD vem exprimir as suas mais sentidas condolências à família enlutada e à nação cabo-verdiana, bem como o desejo de que a sua alma descanse em paz.

S. Tomé, 4 de Agosto de 2015.»

Espírito Santo