Página Inicial Notícias “Caso Agripalma” chega ao Parlamento

“Caso Agripalma” chega ao Parlamento

Depois de ter auscultado a sociedade civil, representada pela Drª Celiza Deus Lima, os Deputados da 4ª Comissão Especializada Permanente da Assembleia Nacional, no âmbito da polémica levantada à volta do projecto Agripalma, deslocaram-se à zona sul de S. Tomé, no dia 2 de Julho. O objectivo era de constatar, in loco, os trabalhos de desflorestação que vêm sendo levados a cabo no quadro desse projecto agrícola.

A par disso, a Comissão, que se ocupa das Obras Públicas e Recursos Naturais, tem estado a proceder ao estudo atinente ao caso, nomeadamente: o contrato de concessão e o contrato administrativo. «Temos que tratar ver também, sobretudo, no que respeita ao estudo ambiental que foi feito aquando do início do projecto», revelou o Presidente da Comissão, em entrevista à Rádio Nacional.

«A Assembleia Nacional tem estado a seguir com muita atenção e com alguma preocupação, digamos todos os fundamentos, portanto das várias fases de um clima de contestação em relação ao projecto Agripalma.

Por isso mesmo, nós vamos ver directamente o problema que se vem colocando a nível dessa contestação, no sentido de aconselhar ao Governo as medidas que se tornem mais prementes para assegurar o futuro de S. Tomé e Príncipe, porque aquela zona é uma zona ‘pulmão do país’, e por isso mesmo, teremos que salvaguardar as espécies aí existentes e o clima e o clima que prevalece, naquela região.», sublinhou.

O Deputado Albertino Bragança salientou ainda que a deslocação ao terreno foi importante, porque serviu para tranquilizar os trabalhadores do projecto a quem foi dito que os deputados iriam acabar com o projecto, informação que foi desmentida durante o encontro com os mesmos.

Espírito Santo