26/06/2017 13h00

Trabalho infantil

Quase 3 milhões de crianças e adolescentes de 5 a 17 anos exercem alguma atividade ilegal

Incorporar:
A visualização e/ou o uso deste material está condicionada pelos Termos de Uso do Câmara Notícias.

Com o agravamento da crise econômica, o número de crianças envolvidas no trabalho infantil tem aumentado no Brasil. São quase 3 milhões de crianças e adolescentes de 5 a 17 anos que exercem algum tipo de atividade ilegal. O desemprego entre os adultos leva muitas famílias a colocar os filhos para trabalhar numa tentativa de aumentar a renda familiar. O trabalho doméstico, agrícola, ambulante, a exploração sexual e o envolvimento no tráfico de drogas são as tristes variantes de trabalho infantil que o Brasil se propôs a erradicar até 2020. Mas por que é tão difícil acabar com o trabalho infantil? 

Convidados

- Fabíola Gadelha, diretora de políticas temáticas da Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ministério dos Direitos Humanos;
- Marinalva Cardoso Dantas, chefe da Divisão de Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador do Ministério do Trabalho, auditora fiscal do Trabalho;
- Deputado Diego Andrade (PSD/MG), autor do projeto que altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) para dispor sobre a possibilidade de o adolescente trabalhar no mesmo local de seus pais ou responsáveis legais;
- Deputado Orlando Silva (PCdoB/SP), presidente da Comissão de Trabalho.

Perguntas, críticas e sugestões: 0800 619 619, e-mail participacaopopular@camara.leg.br, Twitter @participacaopop e WhatsApp (61) 99620-2573.

Apresentação - Fabricio Rocha



Comentários

luiz | 13/07/2017 10h17
Eu moro em joinville e sempre tento ligar para o 100 mas nunca atendem. Ligo pra tentar falar sobre filhos de índios que vivem nos semáforos pedindo dinheiro ou vendendo as coisas que as mães deles fazem, as mães normalmente ficam sentadas do lado da via e os filhos pedindo aos carros!!! O que fazer em tal situação?!