12/06/2015 07h30

Deputado quer incluir ensino do criacionismo nas escolas

Segundo o Pr. Marco Feliciano (PSC-SP), a intenção do projeto é dar aos alunos o direito de eles escolherem em quê acreditar

Incorporar:
A visualização e/ou o uso deste material está condicionada pelos Termos de Uso do Câmara Notícias.

O deputado Pr. Marco Feliciano (PSC-SP) é autor de um projeto de lei para incluir o ensino do criacionismo - crença na criação a partir de um ser metafísico, ou seja, Deus - na grade escolar: "A minha intenção é que se dê aos alunos o direito de eles escolherem em quê acreditar". Mais do que isso, o parlamentar defende que o criacionismo e a ciência não são necessariamente contraditórios: "Minha filha perguntou: papai, o Big Bang existiu? Eu digo pra ela que sim e mostro na Bíblia, porque está lá em Gênesis, em faça-se a luz".

Em entrevista ao Palavra Aberta desta sexta-feira (12), o deputado explica que quer defender os valores religiosos: “Se não daqui a pouco vão tirar o Cristo Redentor do Rio de Janeiro porque ele aponta para alguma religião".

Apresentação - Paulo José Cunha



Comentários

Edmar Martins de Moura Junior | 05/10/2017 12h27
Sou a favor do ensino Judaico e Cristão nas Escolas do Brasil e, sou contra o ensino de qualquer outra Religião, pois foi o Israel que guardou o Velho Testamento e nele está escrito para adora somente Jave e não adorar nenhum outro deus. Jesus Cristo filho Unigênito de Deus veio para nos ensinar como nos arrepender de nossos pecados e encontrar salvação em nome de Jesus Cristo. Ao olhar para trás vejo que a juventude está cada vez mais sem fé em Jesus Cristo, isso leva a todo tipo de erro como a falta de carácter impureza como drogas, tatuagens e falta de respeito como os Pais.
Edson | 03/05/2017 18h51
A idea do ensino criacionista tem lógica, pois o nosso Brasil e um país com mais de 80 por cento cristão Ora !ensinar teoria da revolução que é defendido por uma menor parte da população pode !? ... Não vejo nada contra ensinar religião aos alunos respeitando a crença dos discentes
Gabriel | 12/09/2016 15h42
Uma das ideias mais estúpidas que eu já ouvi