29/11/2018 06h30

Gong Ji Young e Luiz Ruffato

A nova temporada do Casa das Palavras conversa com os escritores Gong Ji Young e Luiz Ruffato sobre os seus premiados romances

Incorporar:
A visualização e/ou o uso deste material está condicionada pelos Termos de Uso do Câmara Notícias.

Gong Ji Young é uma das escritoras sul coreanas de maior sucesso, com mais de 12 milhões de livros vendidos. Na sua jornada como romancista, ela abordou temas polêmicos como a existência dos seres humanos na sociedade, questões femininas e a pena de morte.

Seu romance mais importante é “Nossas Horas Felizes”. No livro ela faz críticas à sociedade moderna coreana enquanto traz reflexões sobre a morte.

No segundo bloco, entrevistamos o escritor mineiro Luiz Ruffato. Seu primeiro romance, “Eles eram muitos cavalos”, publicado em 2001, recebeu o Troféu APCA e o Prêmio Machado de Assis da Fundação Biblioteca Nacional. Ruffato iniciou em 2005 a série “Inferno Provisório”. Os cinco livros escritos renderam dois prêmios da Associação Paulista de Críticos de Arte e um Jabuti.

Apresentação - Paulo José Cunha e Roberto Seabra