09/02/2019 19h02 - Atualizado em 07/02/2019 11h27

Laila Garin, Rafael Gomes e a nova montagem de Gota D’Água - Bloco 2

No Trilha das Artes desta semana a atriz e o diretor falam da clássica peça da dramaturgia brasileira, que apresentam em nova montagem

09 de fevereiro, às 19h
Elisa Mendes
Trilha das Artes, 09/02/2019 - Cenas de Gota D'Água - A Seco
Laila Garin é Joana, em "Gota D’Água"

A atriz Laila Garin e o diretor Rafael Gomes falam da nova montagem de “Gota D’Água”, peça clássica da dramaturgia brasileira escrita por Chico Buarque e Paulo Pontes em 1977. A peça faz a releitura da tragédia grega “Medeia”, de Eurípides, adaptando-a ao contexto social, cultural, ideológico e econômico brasileiro, mais precisamente à cidade do Rio de Janeiro, na década de 1970.

Nessa adaptação, "Medeia" é Joana, mulher de Jasão, um sambista que cai nas graças de Creonte, dono de um conjunto habitacional. Como na peça original, Jasão larga a mulher para casar-se com Alma, filha do rico Creonte. Sem suportar o abandono, e para vingar-se, Joana mata os dois filhos e suicida-se. Na cena final, os corpos são depositados aos pés de Jasão, durante a festa do seu casamento.

Apresentação - André Amaro