18/08/2018 19h01

A poesia de Ana Maria Lopes e o Coletivo Editorial Maria Cobogó - Bloco 1

No Trilha das Artes desta semana, a carioca radicada em Brasília comenta seu último rebento literário e fala desse Coletivo, ao som de suas sugestões musicais

Thaís Mallon
Trilha das Artes, 18/08/2018 - Ana Maria Lopes
Ana Maria Lopes

Carioca radicada em Brasília desde 1963, Ana Maria Lopes dedicou-se ao jornalismo na maior parte do tempo. Na maior parte da alma, vem se dedicando à poesia. Premiada em importantes concursos literários do país, tem três livros publicados: Conversa com Verso (2006), Risco (2012) e Mar Remoto (Maria Cobogó 2018); e, recentemente, se associou a mais seis escritoras para formar o Coletivo Editorial Maria Cobogó, um projeto que vem dar visibilidade à literatura feita por mulheres do DF.

No programa, ela comenta este último rebento literário e fala desse Coletivo, ao som de suas sugestões musicais:

1. E LUCEVAN LE STELE - da ópera Tosca, de Puccini
2. NE ME QUITTE PAS - Maria Gadú
3. TROIS GYMNOPEDIE - Erik Satie
4. CAIS - Milton Nascimento
5. ROSA - Marisa Monte
6. BLOWIN’ IN THE WIND - Bob Dylan

Apresentação - André Amaro