12/05/2019 12h01

Escravidão nunca mais! - Bloco 1

Às vésperas de 13 de maio, o samba reforça a ligação umbilical com a cultura negra que o criou e denuncia os horrores da escravidão e as feridas do racismo ainda abertas na atual sociedade brasileira

12 de maio, às 12h

Como cronistas contemporâneos, os sambistas nunca se calaram diante do cruel período escravocrata nem do preconceito e da desvalorização do ser humano só por causa da cor da pele. Ora didáticos, ora poéticos, mas sempre críticos, nossos sambistas retratam o cotidiano de muitos negros ainda marcados pela marginalização e pela dificuldade de ascensão social.

Em busca da construção de uma sociedade mais igualitária, Samba da Minha Terra revisita um passado ainda pouco retratado nos livros de história e entoa o refrão “escravidão nunca mais”.

Apresentação e Pesquisa - José Carlos Oliveira