12/02/2019 20h45

Investigação em Brumadinho (MG)

Esta edição traz um resumo das ações dos Três Poderes e da mineradora Vale após a “tragédia anunciada” e o crime socioambiental de Brumadinho

12 de fevereiro, às 20h45
Isac Nóbrega/Presidência da República
Cidades - catástrofes - rompimento barragem Brumadinho-MG desastres meio ambiente
Vista aérea da região atingida pelo rompimento da barragem em Brumadinho (MG)

Salão Verde resume as ações concretas que, apesar de muito atrasadas, estão sendo tomadas pelas autoridades dos Três Poderes e da mineradora Vale após a “tragédia anunciada” e o crime socioambiental de Brumadinho (MG).

Parlamentares se dizem dispostos a superar o “lobby das mineradoras” no Congresso Nacional e nas Assembleias Legislativas e propõem esforço concentrado para revisar, no início de março, a Política Nacional de Segurança de Barragens (Lei 12.334/10) e outras leis do setor de mineração. O Executivo anuncia a recuperação de 139 barragens em 14 estados das regiões Sudeste, Nordeste e Sul, enquanto o Judiciário, acionado pelo Ministério Público, decreta prisões e bloqueio de R$ 12 bilhões da Vale para reparos socioambientais e trabalhistas. Enquanto isso, Bombeiros seguem o interminável trabalho de resgate dos cerca de 300 corpos da tragédia de Brumadinho e os ambientalistas tentam projetar o ainda incomensurável dano à saúde da população e os estragos na fauna e na flora da região.

Participe! Envie suas críticas, comentários e sugestões pelo Disque-Câmara (0800 619 619), pelo e-mail radio@camara.leg.brou pelo WhatsApp (61) 99978-9080.

Apresentação - José Carlos Oliveira e Ana Raquel Macedo