25/09/2018 20h45 - Atualizado em 24/09/2018 12h55

Desertificação no Brasil avança 140% em 10 anos

A situação foi agravada por seca severa desde 2012. Além da Caatinga, o bioma Cerrado também está ameaçado

José Carlos Oliveira
Salão Verde, 25/09/2018 - Sertão do Sergipe, desertificação, semiárido, deserto, seca
Pesquisa mostra avanço de 140% nas áreas desertificadas no Brasil

Salão Verde detalha a mais recente e abrangente pesquisa sobre o processo de desertificação no semiárido brasileiro, conduzida por cientistas do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Imagens de satélite e pesquisa em campo mostram avanço de 140% nas áreas desertificadas: de 30 mil km² entre 2000 e 2009, para 72,7 mil km² entre 2007 e 2016. Solos permanentemente expostos, sem vegetação, são registrados muito além dos atuais quatro núcleos de desertificação do Brasil (Cabrobó-PE, Gilbués-PI, Irauçuba-CE e Seridó-RN).

A situação foi agravada por seca severa desde 2012. Além da Caatinga, o bioma Cerrado também está ameaçado.

O programa entrevista o coordenador da pesquisa, Javier Tomasella, e relembra o debate do tema na Câmara dos Deputados, em busca de soluções.

Participe! Envie suas críticas, comentários e sugestões pelo Disque-Câmara (0800 619 619), pelo e-mail radio@camara.leg.brou pelo WhatsApp (61) 99978-9080.

Apresentação - José Carlos Oliveira e Mônica Montenegro