22/08/2016 12h00

Saneamento

Mais de 35 milhões de pessoas não tem acesso à água tratada, mais de 100 milhões não tem serviço de esgoto e seis milhões de pessoas não tem sequer um banheiro

Qualquer cidade brasileira ainda convive com um desafio de cem anos atrás: o saneamento básico. Mais de 35 milhões de pessoas não tem acesso à água tratada, mais de 100 milhões não tem serviço de esgoto e, ainda pior, seis milhões de pessoas não tem sequer um banheiro.

Sem saneamento, não existe saúde ambiental. Os rios e águas subterrâneas são poluídos, as plantações são contaminadas, animais morrem, pessoas adoecem.

De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 70% das doenças que levam a internações hospitalares no país são decorrentes de contato com a água contaminada.

O Brasil tem o quinto maior  produto interno bruto (PIB) do mundo. Mas também tem dimensões continentais, o que aumenta os desafios para universalizar o acesso da população ao saneamento.

Os entrevistados desta edição do Salão Verde são a coordenadora da Rede das Águas da Fundação SOS Mata Atlântica, Malu Ribeiro, e o deputado João Paulo Papa, presidente da Subcomissão Especial da Universalização do Saneamento e do Uso Racional da Água na Câmara dos Deputados.

Você sempre pode participar do programa por meio do Disque Câmara, 0800 619 619, ou pelo e-mail radio@camara.leg.br.

Apresentação – Cynthia Sims