20/05/2019 18h24

Câmara recebe iluminação amarela para alertar sobre acidentes de trânsito

Um levantamento realizado pela Seguradora Líder, empresa responsável pelo Seguro DPVAT, mostrou que os acidentes de trânsito mataram mais que os crimes violentos em nove estados do país em 2018. A Câmara dos Deputados aderiu ao movimento internacional de conscientização para redução de acidentes de trânsito e ganhou uma iluminação na cor amarela em alusão ao Maio Amarelo. A campanha pretende chamar atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

Ao todo, em 2018, 46.848 brasileiros perderam a vida em acidentes ocorridos em ruas e ou estradas. A sexta edição do Maio Amarelo traz o tema “No trânsito, o sentido é a vida”, com a intenção de estimular pedestres, passageiros e condutores, sejam eles de caminhões, ônibus, vans, automóveis, motocicletas ou bicicletas, a optarem por um trânsito mais seguro.

Para o deputado Hugo Leal, do PSD do Rio de Janeiro, que já foi presidente do Detran do Rio de Janeiro e autor do projeto da Lei Seca, a legislação do país é bem construída, sendo copiada por outros países, já a fiscalização, precisa melhorar.

“A nossa questão, como sempre foi, é a fiscalização. É você colocar a responsabilidade a cada ente. Quando acontece um acidente, a necessidade é de fazer a fiscalização, o porquê esse acidente está acontecendo, onde ele está acontecendo, quais foram os motivos que levaram...isso que precisa hoje, nós precisamos apurar melhor essas condições para poder evitar o acidente”.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, 90% dos acidentes de trânsito acontecem por falhas humanas. O deputado Hugo Leal destacou que o número de pedestres e ciclistas envolvidos em acidentes cresceu no país.

“Impressionante como tem aumentado o número de pedestres, e às vezes ciclistas, pelo uso indevido da faixa de pedestre e também da ciclofaixa”

Até o final do mês, a cúpula da Câmara dos Deputados ficará iluminada em alusão à campanha Maio Amarelo, o mês se tornou referência mundial para ações relacionadas à questão do trânsito porque em 11 de maio de 2011, a ONU decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito.

Reportagem - Caroline César