30/10/2018 17h39

Deputados federais eleitos pelo Partido Novo fazem visita guiada à Câmara

Seis deputados federais eleitos pelo Partido Novo para a próxima legislatura estiveram na Câmara para uma visita guiada na manhã desta terça-feira.

Os deputados primeiro visitaram o gabinete da Presidência, onde tiraram dúvidas sobre o regimento interno da Casa. Em seguida tiraram foto na rampa do Congresso e, por fim, conheceram os plenários do Senado e da Câmara.

O deputado eleito Vinicius Poit, de São Paulo, esclareceu que o partido ainda não tem alianças garantidas, mas que a possibilidade está aberta a deputados que tenham os mesmos valores do Novo. Também afirmou que o líder da bancada ainda não está definido.

Sobre a atuação do partido, o futuro deputado afirmou que uma de suas principais bandeiras é o combate aos privilégios políticos. A exemplo, disse que os deputados do Novo usarão apenas 12 dos 25 assessores parlamentares permitidos. Outra bandeira é a reforma política.

"A gente ter uma política com maior representatividade. Não adianta a gente querer passar reformas importantes como tributária, fiscal e reforma da previdência que é urgente, tem que fazer pra ontem se a gente não reformar os políticos. São eles que votam. Então vou lutar pelo fim do financiamento público de campanha, fim do financiamento público de partido."

Sobre a eleição de Jair Bolsonaro, Poit parabenizou o presidente eleito, e se disse pessoalmente a favor do novo presidente, mas esclareceu que isso não significa que concorda com todas as propostas, e ressaltou que ainda não está definido se o Novo fará parte ou não da base de apoio ao governo.

Já o deputado eleito Lucas Gonzalez, de Minas Gerais, comentou a eleição do governador de seu estado, Romeu Zema, que é do Novo, e disse que sua vitória tende a fortalecer a atuação do partido na Câmara. Além disso, falou de suas propostas como deputado.

"Eu estudo e quero empreender força no combate à corrupção, geração de emprego em todo o país e Minas Gerais, pra gente acabar com esse problema grave de desemprego. E também, ao meu ver, uma educação melhor. Acho que essas três pautas vão nortear o meu mandato nos próximos quatro anos."

Essa foi a primeira vez que o Partido Novo concorreu a cargos federais e estaduais, conseguindo eleger 8 deputados federais, 11 estaduais, 1 distrital e 1 governador.

Reportagem - Giovanna Maria