09/07/2013 15h40

Ministro diz que Anater vai ampliar assistência técnica para agricultores

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, destacou que um dos objetivos da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural, a Anater, será difundir a pesquisa agropecuária entre os agricultores familiares. Vargas participou de reunião da Frente Parlamentar da Assistência Técnica e Extensão Rural.

A criação da Anater está prevista em Projeto de Lei (5740/13) de autoria do Poder Executivo, que tramita em regime de urgência na Câmara. Subordinada à Presidência da República, a agência vai atuar de forma integrada com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, a Embrapa.

O ministro Pepe Vargas explicou que outra meta da Anater será ampliar a assistência técnica pública para os agricultores brasileiros:

"Hoje os 27 estados da federação têm uma instituição estadual de assistência técnica. Houve avanços, mas ainda nós não atendemos de forma universal todos aqueles que precisam de assistência técnica, então este é um objetivo, de no médio prazo garantir a universalidade do acesso para quem precisa de assistência técnica pública e também, como eu falava, melhorando a qualidade desse serviço, e aproximando a pesquisa, que já está desenvolvida, e não chega lá na ponta para o agricultor."

O assessor da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura, Ronaldo Ramos, ressaltou que a entidade apoia a criação da agência. Segundo ele, hoje apenas cerca de 20% dos agricultores têm acesso aos serviços públicos de Assistência Técnica e Extensão Rural.

"A grande dificuldade é operacional, esse é um fator que tem dificultado a realização do serviço. Quem consegue acessar os serviços está tendo mudanças positivas na sua qualidade de vida."

Para o presidente da Frente Parlamentar da Assistência Técnica e Extensão Rural, deputado Bohn Gass, do PT gaúcho, o grande mérito do projeto é criar um sistema nacional de assistência técnica pública, estabelecendo o papel da agência de coordenar e monitorar as entidades locais.

"Essa é a síntese: para termos um sistema nacional, para fazer chegar àquelas famílias que já têm assistência, qualificá-la, e ao mesmo tempo para aquelas milhares de famílias que não têm assistência técnica, que elas também possam ter a presença de um extensionista, vinculando pesquisa com extensão rural."

Bohn Gass é o relator do projeto de lei de criação da Anater na Comissão de Agricultura. Ele informou que, por conta do regime de urgência, até o dia 23 de agosto a proposta deverá ser votada nas comissões, antes de ser apreciada pelo Plenário.

De Brasília, Lara Haje