10/06/2019 09h30 - Atualizado em 10/06/2019 15h22

Relator do grupo de trabalho que analisa pacote anticrime confirma entrega de relatório para quinta-feira

Capitão Augusto explica que, nessa primeira etapa do pacote, os alvos são a manutenção da prisão em segunda instância, as facções criminosas e os crimes hediondos

O deputado Capitão Augusto, do PL paulista, relator do grupo de trabalho que analisa o pacote anticrime do governo. Em entrevista ao Painel Eletrônico, ele disse que entregará seu relatório que endurece as normas de combate à criminalidade na próxima quinta-feira. Ele explicou que nessa primeira etapa do pacote, os alvos são as facções criminosas e os crimes hediondos e a manutenção da prisão em segunda instância.

Segundo ele, a criminalização do caixa 2, só será analisada em um segundo projeto, a pedido dos parlamentares. Ele disse que 80% das propostas serão aprovadas com facilidade, mas que 20% delas deverão ter mais debates, como por exemplo, a proposta de criação de um banco de dados de perfis genéticos. Mas será mais fácil a aprovação da proposta que endurece o cumprimento da pena para crimes considerados mais graves, como roubo e corrupção, e as mudanças na progressão de regime para os crimes hediondos e as saídas temporárias.

O deputado Capitão Augusto também falou sobre os dados do Atlas da Violência, de 2017, que apontou mais de 65 mil homicídios naquele ano. Ele lembrou que este ano, a violência teve uma redução de 24%, e que os dados do mapa estão defasados.

Apresentação - Edson Junior e Elisabel Ferriche