03/04/2019 10h38

Aplicação de tecnologias de reconhecimento facial na segurança pública é debatida na Câmara

No Brasil, o sistema de câmeras de rua usado para o reconhecimento facial de cidadãos já é uma realidade. Ouça a entrevista do deputado Bibo Nunes (PSL-RS) sobre o assunto

O uso de tecnologias de reconhecimento facial é uma tendência mundial. Atualmente, a China possui 170 milhões de câmeras sendo utilizadas em sistemas de vigilância. É o maior e mais moderno sistema de monitoramento do mundo. No Brasil, o sistema de câmeras de rua usado para o reconhecimento facial de cidadãos já é uma realidade. As cidades do Rio de Janeiro e de Salvador lançaram mão dessa tecnologia durante o carnaval. Na capital baiana, as câmeras ajudaram a identificar um criminoso que estava foragido da polícia, e acabou preso.

A utilização dessas ferramentas tecnológicas na segurança pública vai ser tema de audiência pública, nesta quarta-feira (03), na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara.

Para falar sobre o assunto, o Painel Eletrônico convidou o deputado Bibo Nunes (PSL-RS), que está à frente do debate no colegiado. Para o deputado, a audiência pública, que contará com a participação de especialistas no assunto, pode ajudar o Parlamento a criar leis específicas para tratar do tema e facilitar o uso dessa tecnologia.

Segundo Bibo Nunes, a ferramenta será um forte aliado dos órgãos de segurança pública para redução dos alarmantes índices de criminalidade no Brasil, além de poder atender a outros variados fins. Algumas lojas, por exemplo, já usam a solução para acompanhar clientes e descobrir os seus padrões de compra.

Apresentação - Edson Júnior e Elisabel Ferriche