26/03/2019 09h39 - Atualizado em 26/03/2019 11h01

Comissão debate impacto do rompimento da barragem em Brumadinho sobre comunidades atingidas

A comissão externa que acompanha os desdobramentos do desastre em Minas Gerais apresentará, em abril, propostas de melhorias na segurança em construção de barragens

A Comissão Externa sobre o Desastre de Brumadinho, em Minas Gerais, realiza audiência pública, nesta terça e quarta-feira, para discutir os impactos do rompimento da barragem da mina do Córrego do Feijão, da Vale, sobre as comunidades atingidas pela lama de rejeitos.

Para falar sobre o assunto, o Painel Eletrônico convidou o deputado Zé Silva (SD-MG), coordenador do colegiado e um dos deputados que solicitou a realização do debate.

Segundo o deputado, 13 audiências públicas já foram realizadas para ouvir os moradores atingidos e, no dia 25 de abril, o colegiado apresentará projeto com propostas de melhorias de segurança na construção de barragens. Estão entre as medidas a serem propostas: mudar a relação comercial das empresas, transferindo a responsabilidade ao Estado, que deverá fazer o credenciamento das empresas mineradoras; definir por lei o método de construção da barragem; além de estabelecer um seguro prévio para garantir as indenizações com rapidez em caso de desastres.

Apresentação - Edson Júnior e Elisabel Ferriche