27/02/2019 10h00

Redes sociais poderão virar instrumento para o acompanhamento de obras e serviços públicos

A ideia é dar mais transparência aos gastos públicos. O relator da proposta na CCJ fala sobre as perspectivas de aprovação da matéria. Veja a entrevista na íntegra

Está tramitando na Câmara um projeto de lei, do Senado Federal, que permite a qualquer cidadão formar grupos de gestão compartilhada, por meio de aplicativos, para fiscalizar obras e serviços públicos.

A ideia é dar mais transparência aos gastos públicos. Qualquer interessado poderá participar. Mas, para isso, a pessoa precisa ser cadastrada junto à administração pública, ter vínculo com a localidade e interesse com a obra.
Aqueles que usarem o grupo com outras finalidades serão excluídos.

O deputado Júlio Delgado, do PSB mineiro, foi relator da proposta na Comissão de Constituição e Justiça. Segundo o parlamentar, a matéria já foi aprovada na CCJ e na Comissão de Trabalho. Agora, o projeto está pronta para votação no Plenário da Câmara. Na opinião do deputado, haverá resistência para a aprovação do texto por parte dos partidos que apoiam o governo. Mas, caso seja aprovada, seguirá direto para sanção presidencial.

Para falar sobre o tema, o Painel Eletrônico convidou o deputado Júlio Delgado.

Apresentação - Edson Júnior e Elisabel Ferriche