27/02/2019 09h30

Frente Parlamentar Ambientalista é relançada

O ambientalista, Mario Mantovani, falou do resultado da expedição da Fundação SOS Mata Atlântica ao Rio Paraopeba, atingido pelo rompimento da barragem em Brumadinho. Ouça a íntegra da entrevista

Será relançada, nesta quarta-feira (27), a Frente Parlamentar Ambientalista. O coordenador do colegiado é o deputado Alessandro Molon, do PSB fluminense.

A Frente tem a parceria da Fundação SOS Mata Atlântica. Para falar sobre a atuação do grupo, o Painel Eletrônico convidou o ambientalista e diretor de políticas públicas, Mario Mantovani.

Na entrevista, ele afirmou que os estragos no Rio Paraopeba são irreversíveis. Esse resultado está no relatório da expedição que a SOS Mata Atlântica fez ao rio, atingido pelos rejeitos da barragem da empresa Vale, em Brumadinho (MG).


A equipe percorreu mais de dois mil quilômetros, por rodovias, estradas rurais, fazendas e comunidades, ao longo do leito do rio, para identificar o grau de degradação provocado pelo desastre da Vale. O relatório indica que o rio está contaminado para sempre, com impacto direto na vida dos moradores locais e do meio ambiente.


O relatório vai ser entregue hoje aos parlamentares da comissão externa que acompanha o desastre em Brumadinho. Mario Montovani disse que espera que esse resultado sensibilize o Parlamento para que não facilite ou afrouxe as leis de licenças ambientais em discussão no Congresso.

Apresentação - Edson Júnior e Elisabel Ferriche