19/11/2018 09h32

Comissão de Direitos Humanos acompanha situação de migrantes e refugiados no Brasil

Ouça a entrevista do presidente da comissão, deputado Luiz Couto (PT-PB), sobre o assunto

A preocupação com a proteção dos direitos humanos dos migrantes e refugiados venezuelanos que chegam ao Brasil – principalmente pelo estado de Roraima, fugindo da grave crise econômica e política do país – levou a Comissão de Direitos Humanos a debater a questão.

Em entrevista ao Painel Eletrônico, o presidente da comissão, deputado Luiz Couto (PT-PB), disse que o colegiado acompanha a situação dos migrantes venezuelanos e denúncias de que muitos estão sendo aliciados para o trabalho escravo, em fazendas, e também para a exploração sexual. Segundo o parlamentar, essa situação não ocorre só com os refugiados venezuelanos, como também com os migrantes da Bolívia, Haiti e Colômbia que chegam ao Brasil.

O deputado Luiz Couto critica as políticas públicas implementadas pelos governos federal e estadual para enfrentar o problema, já que elas não estão dando resultado positivo, principalmente em função do número de migrantes que chegam ao Brasil, e o governo tem compromisso humanitário de acolher e ajudar a todos.

Ainda segundo Luiz Couto, a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara vai fazer diligências das denúncias que receber. Segundo a Polícia Federal, o Brasil tem cerca de 1,2 milhão de migrantes, algo em torno de 0,5% do total da população brasileira, que hoje é de 208 milhões de habitantes.

Apresentação - Edson Junior e Elisabel Ferriche