07/08/2018 09h45

Seminário na Câmara oficializa lançamento da Política Nacional de Vigilância em Saúde

Trata-se de diretrizes para superar desigualdades sociais e de saúde e garantir atenção para grupos mais vulneráveis. Ouça a entrevista do presidente do Conselho Nacional de Saúde, Ronald Ferreira, sobre o assunto

A Câmara dos Deputados vai ser palco, nesta terça-feira, do lançamento da Política Nacional de Vigilância em Saúde, que traz diretrizes para superar desigualdades sociais e de saúde e garantir atenção para grupos mais vulneráveis.

O documento foi aprovado por unanimidade, no mês passado, pelo pleno do Conselho Nacional de Saúde.

Para falar sobre o assunto, o Painel Eletrônico convidou o presidente do Conselho Nacional de Saúde, Ronald Ferreira. Segundo ele, a instituição dessa política vai nortear o planejamento das ações de vigilância em saúde em todo o Brasil, com mais prevenção nas áreas sanitária, epidemiológica, ambiental e de saúde do trabalhador.

Ronald Ferreira disse, no entanto, que o principal desafio para implantação da Política Nacional de Vigilância em Saúde no Brasil será o financiamento, comprometido com o que ele chamou de "PEC da Morte", se referindo à emenda constitucional, aprovada pelo Congresso, que cria um teto para o gastos públicos.

Apresentação - Edson Júnior e Elisabel Ferriche