04/06/2018 09h58

Ubrabio defende aumento imediato do percentual de biodiesel no diesel comercializado

O diretor superintendente da União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene, Donizeti Tokarski, falou sobre o assunto em entrevista ao Painel Eletrônico. Ouça o áudio completo

As alternativas para encarar a crise de abastecimento, provocada pela paralisação dos caminhoneiros, que protestam contra o aumento no preço do diesel, já começam a ser sugeridas.

É o caso da União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene, a Ubrabio, que propõe, por exemplo, que o governo libere a venda de biodiesel puro. Outra sugestão proposta pela entidade é a comercialização do óleo vegetal fora dos leilões oficiais de comercialização, que ocorrem a cada dois meses.

Para falar sobre o assunto, o Painel Eletrônico convidou o diretor superintendente da Ubrabio, Donizeti Tokarski. Segundo ele, a Ubrabio defende, também, o aumento imediato da mistura obrigatória de biodiesel no diesel comercializado, já aprovado pelo Congresso, mas Tokarski diz que falta vontade política por parte do governo. Hoje, o percentual de mistura do biodiesel é de 10%, segundo o programa Renovabio. Este programa, previsto em lei, prevê a adição de um percentual maior de óleo vegetal no diesel a cada ano. Segundo Donizeti Torkaski, a indústria do biodiesel opera hoje com uma capacidade ociosa de 50% e teria capacidade de dobrar a produção imediatamente.

Apresentação - Edson Júnior e Elisabel Ferriche