16/05/2019 20h45

Sororidade

O conceito representa a união entre mulheres, em contraponto à velha visão de competitividade entre elas. Quem também está nessa onda são as mulheres indígenas, que planejam uma marcha em agosto para debater temas específicos dos povos, mas que pretende também se unir à tradicional Marcha das Margaridas

divulgação/Karina Berardo
Mulheres indígenas - índias - índio - violência - protesto
Mulheres indígenas preparam 1ª Marcha Nacional, que pretende se unir, depois, à tradicional Marcha das Margaridas, em agosto

Esta edição do programa Mulheres de Palavra fala sobre sororidade, que significa a união entre mulheres, em contraponto à velha visão de competitividade entre elas.

Para entender esse conceito um pouco mais a fundo, a gente traz uma entrevista com a Juliana de Faria, ONG feminista Think Olga. Falamos também de algumas das experiências bem-sucedidas de acolhimento de mulheres em situação de violência que foram apresentadas nesta semana em audiência pública da Comissão Externa da Câmara sobre Violência Doméstica contra a Mulher. Por fim, trazemos a visão das mulheres indígenas sobre essa ideia. Elas estão organizando uma marcha em agosto para debater temas específicos das mulheres indígenas, mas que pretende também se unir à tradicional Marcha das Margaridas.

Apresentação - Verônica Lima