06/09/2017 20h45

Síndrome alcoólica fetal

A doença, resultante do consumo materno de álcool durante a gravidez, produz danos físicos com alterações no coração, na face, no sistema nervoso central e microcefalia, além de problemas comportamentais e de aprendizado

Existe uma doença que pode ser 100% prevenida, mas pouca gente conhece. É a Síndrome Alcoólica Fetal (SAF), resultante do consumo materno de álcool durante a gravidez e que produz danos físicos com alterações no coração, na face, no sistema nervoso central e microcefalia, além de problemas comportamentais e de aprendizado.

E não existe uma dose mínima de álcool que possa ser ingerida pela mulher. A recomendação da médica Conceição Aparecida de Mattos Segre, da Sociedade Brasileira de Pediatria, é cortar o consumo de bebidas alcoólicas durante a gestação.

Apresentação - Humberto Martins