17/04/2013 08h55

Criminalista critica postura do governador de SP que propõe mais rigor contra jovem infrator

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, entregou nesta terça-feira, ao Congresso Nacional, uma proposta para endurecer as medidas contra o jovem que cometer crime grave. O projeto aumenta de três para oito anos o tempo máximo de internação do menor, previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente. A morte de um universitário paulistano, na semana passada, assaltado por um adolescente, que estava às vésperas de completar dezoito anos, reacendeu o debate sobre a redução da maioridade penal no País. Há pelo menos vinte anos, a polêmica proposta divide juristas, entidades defensoras dos direitos humanos, sociedade e parlamentares. No Congresso Nacional, vários projetos e propostas de emenda à Constituição ampliam o rigor na punição de adolescentes infratores. Quem fala sobre o tema é o vice-presidente da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas, Sergei Cobra Arbex. 

Apresentação: Lincoln Macário e Danielle Popov